Esportes

Osorio assume culpa por derrota e reclama de arbitragem brasileira

O técnico Juan Carlos Osorio criticou os critérios da arbitragem brasileira após ser expulso na derrota do São Paulo para o Palmeiras por 4 a 0, neste domingo (28). O colombiano afirmou que não sabia que no Brasil os árbitros eram figuras “intocáveis”.


Osorio foi excluído da partida pelo árbitro Anderson Daronco no intervalo do jogo. Segundo relatado pelo juiz na súmula, o treinador teria aguardado a sua saída, caminhado em sua direção e dito “com o dedo em riste” que o cartão amarelo dado para o lateral direito Bruno havia sido injusto.

“Não pude deixar de fazer um reclamação formal, educada, ao árbitro. Trabalhei nos EUA e na Inglaterra, dois países líderes do mundo, onde se respeita o ser humano. Lá pode falar com o árbitro. Não sabia que no Brasil os árbitros eram figuras intocáveis”, disparou.

Apesar da reclamação, Osorio se desculpou por ter sido expulso e admitiu ter tido sua parcela de culpa na goleada sofrida pelo time neste domingo.

“Assumo a culpa pela derrota de hoje e quero pedir desculpas à nossa torcida, porque não há quatro gols de diferença entre Palmeiras e São Paulo. Segundo, quero pedir desculpas a Milton Cruz por o haver deixado sozinho com a minha expulsão”, afirmou.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir