Mundo

Oposição a Cristina Kirchner disputa governo de Buenos Aires

Os eleitores de Buenos Aires voltarão às urnas, no próximo dia 19, para escolher o novo chefe-de-governo da capital argentina. Ontem domingo (5), no primeiro turno, o vencedor foi o candidato do PRO, Horacio Rodriguez Larreta. O partido foi fundado pelo empresário Mauricio Macri, atual chefe-de-governo de Buenos Aires e favorito da oposição nas eleições presidenciais de 25 de outubro.

Larreta obteve 45,5% dos votos, 20 pontos percentuais a mais que o segundo colocado, Martin Lousteau (25,6%), que foi ministro da Economia da presidenta Cristina Kirchner antes de filiar-se ao partido de oposição ECO. Para vencer no primeiro turno, Larreta precisava obter, no mínimo, a metade dos votos. Mariano Recalde, candidato da Frente Para a Vitoria (FPV) – partido de Cristina Kirchner – ficou em terceiro lugar, com 21,7%.

Já nas eleições presidenciais, as pesquisas de opinião indicam que a disputa será entre Macri e o candidato governista Daniel Scioli, atual governador da província de Buenos Aires, a maior e mais rica da Argentina.

Cristina Kirchner foi eleita pela primeira vez, em 2007, para suceder o marido Nestor Kirchner, morto em 2010. Quando a presidenta concluir seu segundo mandato, o casal terá governado a Argentina por 12 anos. A presidenta não tem direito a um terceiro mandato, mas espera eleger seu sucessor.

 

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir