Sem categoria

Operadoras de celular declaram guerra ao WhatsApp

Envio de mensagens por meio do WhatsApp são gratuitas - foto: divulgação

Envio de mensagens por meio do WhatsApp são gratuitas – foto: divulgação

As maiores operadoras de telefonia do país declararam guerra a aplicativos de mensagem e outras plataformas da internet que causam prejuízos às receitas anuais dessas empresas. O principal foco é o WhatsApp. Os empresários da telecomunicação sugeriram que o governo estabelecesse uma regulamentação sobre o serviço prestado por aplicativos como o WhastApp, por exemplo, e passasse a taxar o uso da ferramenta, que se tornaria um produto pago.

O argumento usado pelas empresas é de que as ferramentas como o aplicativo WhastApp, que pertence ao grupo Facebook, não tem despesas com o Fundo de Fiscalização das Telecomunicações (Fistel), que é cobrado pela Agencia Nacional de Telecomunicações (Anatel) junto a todas às operadoras de telefonia móvel do país.

Em declaração polêmica no congresso ABTA 2015, nesta semana, o presidente da Vivo, Amos Genish, disse que o WhatsApp se configura como um serviço pirata.

“O WhatsApp é bem mais perigoso que o Netflix. É uma ameaça que precisamos entender melhor. É pirataria no pior sentido, é um operador na Califórnia (nos Estados Unidos), usando nossos números e clientes e sem obrigações regulatórias, jurídicas e fiscais”, afirmou Genish.

Governo

Em uma audiência pública realizada na Câmara dos Deputados, na semana passada, o ministro das Telecomunicações, Ricardo Berzoini, disse ser a favor de que haja uma discussão pública em âmbito nacional e internacional a respeito da regulamentação dos serviços Over The Top (OTT), como é conhecida a modalidade. Berzoini ressaltou que esses serviços além de sobrecarregar a estrutura das operadoras brasileiras, acabam também por não gerar empregos no país.

O presidente da Anatel, João Rezende, demonstrou ser contrário ao posicionamento das operadoras e saiu em defesa do aplicativo WhatsApp. Ele afirma que a ferramenta atua de acordo com a legislação brasileira.

“Todos os aplicativos de internet são considerados um serviço adicional ao mundo de telecomunicação. As chamadas de voz desse serviço só podem ser feitas entre usuários do App. Não é possível, por exemplo, fazer uma ligação para um telefone fixo,” comentou Rezende.

Por Joandres Xavier

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir