Economia

Operadora Oi faz aposta na transformação digital

Aplicativo que promove relação digital com cliente pré-pago é um dos destaques entre os lançamentos da operadora Oi no mercado nacional -  foto: divulgação

Aplicativo que promove relação digital com cliente pré-pago é um dos destaques entre os lançamentos da operadora Oi no mercado nacional – foto: divulgação

São Paulo – No caminho da recuperação financeira e de mercado, a companhia telefônica Oi anunciou investimentos de R$ 10,6 milhões e a instalação de 512 portas de acesso à internet no Amazonas, apenas no primeiro trimestre deste ano. Os dados foram divulgados ontem (3) em evento ocorrido em São Paulo (SP). 

Na ocasião, a operadora lançou o aplicativo Oi Livre, que também é um plano pré-pago, e vem oferecer mais interatividade e praticidade para os clientes porque disponibiliza todos os serviços da Oi “no mesmo lugar”.

A empresa apresentou também a reformulação do Oi Mais Empresas, que traz serviços administrativos rápidos e práticos.

A companhia busca avançar no mercado digital por meio de novas alternativas criadas a partir da Diretoria de Estratégia e Transformação da operadora Oi. O setor atua no desenvolvimento de novas tecnologias, modelos baseados em internet revolucionária e comportamento do consumidor digital.

Segundo a Oi, aconteceram mudanças fundamentais por parte da empresa nas áreas de tecnologia, mapeamento dos competidores, na equação financeira da indústria e no comportamento do consumidor com o intuito de melhorar a experiência do cliente e ganhar evolução de mercado.

Apenas com o Oi Mais Empresas, por exemplo, será possível reduzir em 40% os atendimentos técnicos feito a domicílio. Segundo o gerente de e-Care Daniel Laper, o aplicativo Mais Empresas foi aprimorado em maio, com foco no atendimento a compras e ouvir o cliente na parte de atendimento. “Essa ferramenta faz a solicitação e o acompanhamento podendo resolver ali mesmo os casos do cliente” declarou Laper.

Hoje já são mais de 150 mil clientes utilizando essa nova plataforma. Outras empresas que não sejam cliente Oi também podem utilizar o serviço de venda ou análise de crédito do Oi Mais Empresas.

Aplicativos

No mapa da estratégia de digitalização tem outros aplicativos como Oi Mais Saúde, que vai criar um ecossistema onde serão oferecidos serviços de apoio a medicina com informações sobre tratamentos e medicamentos, além do Oi Smart, que terá uma série de serviços voltados para monitoração e segurança da casa, carro e outros itens da vida do cliente. Estes aplicativos serão lançados ainda este ano.

Oi Livre

O diretor executivo da Oi, Maurício Vergani, disse que, com mais de 15 milhões de usuários, o plano pré-pago Oi Livre virou aplicativo e já é pioneiro entre as operadoras em disponibilizar os seus serviços com 100% de relação digital com o cliente.

“Dessa maneira deixamos o usuário mais satisfeito e se torna uma eficiência operacional grande para a OI. Ele já nasce digital aqui e isso é o melhor que a gente pode oferecer. A beleza desse modelo ágil é poder coletar dados que contribuam para melhorar mais ainda o atendimento ao cliente”, disse.

Maurício explicou ainda que o aplicativo Oi Livre possibilita melhorar a vida do usuário através da simplicidade na hora de recarregar, aderir ou sair de um plano.  “A aposta que estamos fazendo é no mobile. Não deixaremos de lado, mas vamos utilizar menos as plataformas tradicionais”, concluiu Mauricio Vergani.

Serviços como pagamento via débito e a contratação de TV a cabo ainda não estão disponíveis no Oi Livre. “Hoje, menos de 4% dos clientes usam faturas digitais, mas a empresa quer aumentar esse número”, disse. *O repórter viajou a convite da Oi.

Por Joandres Xavier

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir