Mundo

Operação russa na Síria mostra fraqueza de Assad, diz Obama

O presidente dos EUA, Barack Obama, afirmou que a intervenção da Rússia no conflito sírio é uma manifestação da fraqueza de seu ditador, Bashar al-Assad, não de sua força.

Obama conversou com jornalistas nesta sexta-feira (20) na Casa Branca.

Ele também ressaltou que não vai cooperar com a campanha militar russa contra a oposição a Assad na Síria.

“Uma tentativa da Rússia e do Irã de escorar Assad e tentar pacificar a população só vai deixa-los presos em um atoleiro e não vai funcionar”, disse aos jornalistas.

Segundo Obama, o presidente russo, Vladimir Putin, não está fazendo distinção entre a milícia radical Estado Islâmico e alas moderadas da insurgência síria.

“Da perspectiva deles [os russos], são todos terroristas”, disse. “E essa é a receita para o desastre.”

A Rússia lançou ataques aéreos em território sírio nesta sexta pelo terceiro dia consecutivo, em diversas regiões do país, muitas das quais não estão sob controle do Estado Islâmico, mas de outras frentes de oposição ao ditador. O Ocidente tem condenado Moscou pela operação.

 

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir