Dia a dia

Operação integrada prende suspeito dos homicídios de Melvino Jr. e soldado Portilho

O suspeito foi pego em um barco que ia de Manaus para o município de Coari – Divulgação/PM

Na noite desta segunda-feira (12), policiais militares do Comando de Policiamento Ambiental (CPAMB), 8ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) de Iranduba e servidores da Polícia Civil,  prenderam Henrique da Silva, conhecido como “Kinho”. O homem é suspeito de ter participado da morte do PM Portilho, que foi assassinado e enterrado em uma invasão, na Zona Norte de Manaus.

De acordo com informações de policiais que participaram da prisão, a operação aconteceu depois que o Comando de Policiamento do Interior (CPI) recebeu informações que o suspeito estava em um barco que fazia trajeto entre Manaus e o município de Coari (a 366 quilômetros da capital).

Os policiais chegaram até o suspeito em uma região conhecida como Porto da Várzea, para dar apoio à uma equipe fluvial que já escoltava a embarcação onde “Kinho” estava.

Durante a abordagem, o homem foi reconhecido pelas equipes policiais, recebeu voz de prisão e foi conduzido à Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros.

Henrique também é suspeito de ter participado da morte do cantor amazonense Melvino Jr., que foi assassinado no município de Codajás, durante a Festa do Açaí.

Com informações da assessoria
EM TEMPO

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir