Dia a dia

Operação Alcateia: seis PMs são ouvidos nesta quarta em audiência de instrução no Henoch Reis

As audiência de instrução estão sendo Fórum Ministro Henoch Reis, Zona Centro-Sul de Manaus - foto: arquivo EM TEMPO

As audiência de instrução estão sendo Fórum Ministro Henoch Reis, Zona Centro-Sul de Manaus – foto:
arquivo EM TEMPO

A Justiça do Amazonas realiza na manhã desta quarta-feira (21), no Fórum Ministro Henoch Reis, Zona Centro-Sul de Manaus, mais uma audiência de instrução dos processos relacionados à Operação Alcateia, que apura uma série de assassinatos ocorridos em julho de 2015, conhecido com o fim de semana mais violento da capital. Hoje serão ouvidos seis policiais militares.

A audiência é presidia pelo juiz Mauro Antony, titular da 3ª Vara do Tribunal do Júri. Hoje, serão ouvidos quatro réus denunciados em dois processos relacionados à Operação Alcateia. No primeiro núcleo, o magistrado vai interrogar os policiais militares Dorval Junio Carneiro de Matos, Bruno Cezane Pereira, Sílvio José Silva de Oliveira e Klebert Cruz de Oliveira. Eles são acusados de matar Álvaro Gabriel Ribeiro e Erick Patricks de Oliveira.

Em seguida, ocorrerá a audiência de instrução dos mesmos quatro réus, mas com a presença de mais dois acusados: Também os policias militares Germano da Luz Júnior e Janilson Monteiro da Frota. Os seis réus são acusados da morte de Giovani da Silva de Souza, Alexandre Marques e Leandro Araújo Valério.

O caso é considerado um dos mais complexos que já passou pela 3ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Manaus. O juiz Mauro Antony e o Ministério Público optaram por desmembrar o processo, devido ao grande número de acusados, no sentido de facilitar a realização das audiências e a conclusão dos processos.

Ao total, 21 pessoas são rés no processo. Desses, 18 são policiais militares e três cidadãos civis, todos suspeitos de integrar um grupo de extermínio. Eles seriam autores de pelo menos 23 mortes.

Serão realizadas audiências também nesta quinta-feira (22) e sexta-feira (23).  As oitivas serão retomadas nos dias 26, 29 e 30 deste mês.

A primeira audiência foi realizada no 19 primeiro de julho, onde foram ouvidos um policial militar como réu e um delegado como testemunha. A Justiça do Amazonas começou nesta terça-feira (19)

Final de Semana Violento

Os mais de 30 assassinatos ocorreram em diversas zonas de Manaus, entre os dias 17 a 20 de julho do ano passado. Para investigar os crimes, a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) deflagrou a Operação Alcateia, que contou com o apoio da Polícia Federal no Amazonas (PF-AM) e o MPE-AM.  Nas investigações foram identificados policiais militares suspeitos de envolvimento com a atividade de extermínio, além de três cidadãos civis associados ao grupo.

Durante a operação foram apreendidos carros, moto, pistolas, revólveres, escopeta, arma de choque não letal, além de droga. Os crimes começaram após o assassinato do sargento Camacho, que foi vítima de latrocínio quando deixava uma agência bancária no bairro Educandos, na Zona Sul de Manaus.

Com informações da assessoria

 

 

 

 

 

 

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir