Dia a dia

Operação ‘Águia 9’ pretende combater a criminalidade no feriadão

A ação inicia nesta sexta e segue até a próxima terça-feira – foto: divulgação

A ação inicia nesta sexta e segue até a próxima terça-feira – foto: divulgação

A partir desta sexta-feira (4), a Polícia Militar (PM) estará nas ruas da capital amazonense com a operação ‘Águia 9’, que visa dar mais segurança à população durante este feriadão que segue até a próxima terça (8), dia da padroeira do Estado, Nossa Senhora da Conceição.

As ações foram determinadas pelo comandante geral da corporação, coronel Marcus James Frota Lobato, e pelo subcomandante, coronel Rubens de Sá.

De acordo com o comandante geral, um dos principais fatores que despertam a preocupação da PM do Amazonas é a exposição da população à ação criminosa de infratores, em razão da movimentação natural que ocorre nesses períodos, especialmente pelo grande movimento na economia local.

“Temos a meta de garantir o direito de ir e vir dos cidadãos, prevenindo e reprimindo crimes contra o patrimônio e contra a vida, além de preservar e manter a ordem pública”, assegurou o coronel Frota.

A operação ‘Águia 9’ atuará na capital, por meio dos Comandos de Policiamento das Áreas Norte, Sul, Leste, Oeste, Centro-Sul e Centro-Oeste, Força Tática, Batalhão de Guardas, Batalhão de Trânsito e Rondas Ostensivas Cândido Mariano (ROCAM), utilizando todos os processos e modalidades de polícia comunitária.

O trabalho envolverá também as tropas operacionais subordinadas de Policiamento Ambiental (CPAmb) e do Interior (CPI), além do reforço do efetivo da capital das unidades administrativas, academia de polícia e centro de formação de praças. As ações prosseguem até às 5h da próxima quarta-feira (dia 9 de dezembro).

A Polícia Militar destaca que, além do número 190, a população tem à sua disposição o aplicativo InforMe para denunciar crimes. A ferramenta está disponível na Play Store do Google e pode ser baixada gratuitamente por usuários de dispositivos móveis que utilizem o sistema operacional Android. O cidadão pode ainda acessar as mídias sociais da instituição na internet (Facebook e Twitter).

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir