Mundo

Obama repreende jornalista durante coletiva

O presidente dos EUA, Barack Obama, demonstrou impaciência durante uma coletiva na quarta-feira (15), dizendo ao jornalista Major Garrett, da ‘CBS News’, que ele “deveria ter bom senso” depois de questioná-lo sobre quatro americanos que estão presos no Irã.

“Como o senhor bem sabe, há quatro americanos no Irã: três deles presos sob acusações falsas, segundo sua administração, e outro cujo paradeiro é desconhecido”, disse Garrett.

“Você poderia dizer ao país, senhor, por que está contente com toda a fanfarra em torno deste acordo [nuclear com o Irã], a ponto de deixar de fora a consciência e a força desta nação no que diz respeito a esses quatro americanos?”, acrescentou.

Irritado, o líder americano repreendeu o jornalista: “A ideia de que eu estou contente, celebrando enquanto cidadãos americanos perecem em prisões iranianas (…) não faz sentido e você deveria ter bom senso”.

“Eu encontrei as famílias de alguns deles, ninguém está contente. Nossos diplomatas e nossas equipes estão trabalhando diligentemente para tentar libertá-los”, afirmou.

Um dos americanos presos é o repórter do ‘Washington Post’ Jason Rezaian, que atualmente passa por um julgamento secreto no Irã.

Os outros americanos a que Garrett se referiu são Saeed Abedini, Amir Hekmati e Robert Levinson.

Esta não foi a primeira vez que o presidente americano perdeu a paciência neste ano. No fim de junho, ele pediu que uma ativista transgênero chamada Jennicet Gutiérrez fosse retirada de um evento na Casa Branca depois de ela tentar interromper seu discurso.

“Ouça, você está em minha casa. Isto é desrespeitoso.”

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir