Mundo

Obama pede a Putin redução dos combates no leste da Ucrânia

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, em uma conversa por telefone com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, pediu que tome medidas para evitar o crescimento dos combates no leste da Ucrânia.

Obama solicitou que Putin adote ações para evitar um aumento acentuado nos combates no leste da Ucrânia e salientou a necessidade urgente de se avançar com a plena implementação dos acordos Minsk, disse ontem (6) a Casa Branca em um comunicado.

Anteriormente, o serviço de imprensa do Kremlin informou que Putin, em uma conversa com Obama, “reiterou a importância da estrita conformidade com os acordos Minsk por parte de Kiev… incluindo o estabelecimento de um diálogo direto real com as regiões de Donetsk e Lugansk, prestação de anistia e um estatuto especial para Donetsk e Lugansk, além do desenvolvimento conjunto da lei sobre as eleições locais”.

Há mais de dois anos, o leste da Ucrânia está mergulhado em um conflito entre as forças de Kiev e as autoproclamadas repúblicas de Donetsk e Lugansk.

A Organização das Nações Unidas estima mais de 9.400 mortos e mais de 21.800 feridos nos conflitos. Apesar do regime de cessar-fogo estar em vigor, são constantes os relatos de violação.

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir