Política

OAB entrega na segunda novo pedido de impeachment de Dilma

O governo defendeu que não há fato imputável a partir desses pontos para permitir o processamento da presidente - foto: divulgação

O governo defendeu que não há fato imputável a partir desses pontos para permitir o processamento da presidente – foto: divulgação

A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) vai protocolar na segunda-feira (28) um novo pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff no Congresso.

O pedido de afastamento foi aprovado na sexta (18) em reunião do Conselho Federal da entidade, por 26 votos a 2.

O processo da OAB aponta suposto cometimento de crimes de responsabilidade por Dilma em situações como: suposta interferência na Operação Lava Jato -como apontou a delação do senador Delcídio do Amaral (PT-MS), pelas pedaladas fiscais (atrasos nos repasses feitos pelo Tesouro aos bancos públicos para cobrir despesas com subsídios e programas sociais) e renúncia fiscal concedida para a realização da Copa do Mundo de 2014.

A nomeação do ex-presidente Lula, também investigado na Lava Jato, foi considerada uma “ingerência” da presidência, por indicar que houve uma tentativa de levar as apurações do petista para o STF (Supremo Tribunal Federal).

O governo defendeu que não há fato imputável a partir desses pontos para permitir o processamento da presidente.

A Câmara já discute um processo de impeachment que foi apresentado por juristas e trata principalmente de pedaladas fiscais.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir