Dia a dia

Novo trecho da Avenida Eduardo Ribeiro será entregue nesta segunda

 

O primeiro trecho da via – compreendido entre a Rua Monsenhor  Coutinho, na praça do Congresso, até a Rua 24 de maio - já foi entregue em duas etapas - foto: Alexandre Fonseca / Seminf

O primeiro trecho da via – compreendido entre a Rua Monsenhor Coutinho, na praça do Congresso, até a Rua 24 de maio – já foi entregue em duas etapas – foto: Alexandre Fonseca / Seminf

A primeira etapa do segundo trecho das obras de revitalização da nova Avenida Eduardo Ribeiro, no Centro, compreendido entre as ruas 24 de Maio e Saldanha Marinho, será entregue nesta segunda-feira (2). O primeiro trecho da via – compreendido entre a Rua Monsenhor  Coutinho, na praça do Congresso, até a Rua 24 de maio – já foi entregue em duas etapas.

Com isso, a Eduardo Ribeiro ganha a forma da Belle Époque do século XIX, resgatando as pedras de lioz e os paralelepípedos antes encobertos pelas camadas de asfalto. A obra é um marco histórico de representação cultural, turística e urbanística da cidade que, agora, expõe ao público as primeiras peças usadas na construção da via.

Com a finalização de mais essa etapa, o trecho volta a ser liberado para pedestres e condutores. Na Rua Dez de Julho, que também será liberada, foram encontrados trilhos do antigo bonde elétrico usado como meio de transporte à época.

“No cruzamento entre a Eduardo Ribeiro e a Dez de Julho está o ‘bloco testemunho’, permitindo que os trilhos e os paralelepípedos, na configuração que estava, fiquem expostos e protegidos, como forma de preservar a história”, apontou o subsecretário municipal de Obras Públicas, Antônio Nelson.

Prazo

Foram dois meses de trabalho, divididos em três turnos, com frentes de obras espalhadas entre a via e a calçada afim de entregar o quarteirão no prazo estimado. Afinal, a responsabilidade firmada entre a administração pública e os trabalhadores do centro em relação aos prazos tem sido um compromisso cumprido à risca pela Prefeitura de Manaus.

Os comerciantes estiveram acompanhando de perto as obras. Instalada há quase 30 anos na Eduardo Ribeiro, a lanchonete ‘Esquina dos sucos’ já é tradição entre os frequentadores do centro. Segundo a gerente, que atua no empreendimento há 25 anos, os tapumes dificultaram o acesso dos clientes durante as obras, mas ele reconhece que a revitalização trará retorno turístico e econômico para os empresários também.

“O que eu espero da nova Eduardo Ribeiro é que traga muitos visitantes, muitos turistas. Mas que também possamos manter a via limpa. Para isso a gente conta com a colaboração da população. Pois não adianta só a prefeitura fazer a parte dela”, comentou a gerente Núbia dos Santos.

Nova Eduardo Ribeiro

Assim como no primeiro trecho, que compreende a praça do Congresso, na rua Monsenhor Coutinho, até a rua 24 de maio, os paralelepípedos que compunham o piso original, datado do século XIX, voltaram a ocupar a principal via do centro histórico. No rolamento da pista, foram encaixadas peças pré-moldadas de concreto (pavers), trazendo harmonia à paisagem.

As calçadas ganharam pedras do tipo São Tomé, que, além de beleza, levaram alta durabilidade e resistência para a área de passeio. Para a iluminação, foram implantados postes do tipo Cajado de São José nas calçadas, a 50 centímetros do meio-fio. As calçadas também receberam em toda a sua extensão iluminação decorativa.

“Agora estamos diante de um novo cenário que une a rotina da cidade contemporânea com a própria história de Manaus. É um pedaço que surge para relembrar a história aos mais antigos, e para tornar conhecido o espaço às novas gerações. A adequação entre a história e a revitalização se deu de forma harmoniosa, sendo de grande importância para o legado urbano e arquitetônico de Manaus”, destaca o presidente do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), arquiteto Roberto Moita.

Trânsito

Após a liberação do novo trecho da Avenida Eduardo Ribeiro, os condutores que trafegam pela Rua Saldanha Marinho podem seguir até a Avenida Eduardo Ribeiro e acessar à direita. A rua 24 de Maio volta ao normal, com fluxo de sentido único, da Avenida Eduardo Ribeiro para a Rua Barroso, em direção à Avenida Getúlio Vargas. As demais vias mantêm a circulação sem alterações até a próxima etapa da obra.

om informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir