Política

Novo titular do Manuastrans será anunciada até sexta, garante Arthur

 Arthur Neto disse que está estudando dois currículos para a direção do Manaustrans - Foto: Márcio James/ Secom

Arthur Neto disse que está estudando dois currículos para a direção do Manaustrans – Foto: Márcio James/ Secom

O novo titular do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans) deve ser anunciado até a próxima sexta-feira. Pelo menos foi a garantia dada pelo prefeito Arthur Neto (PSDB), ontem, durante coletiva de imprensa em que anunciou a interdição da praia da Ponta Negra, Zona Oeste da cidade.

O ex-diretor-presidente do órgão, Paulo Henrique Martins pediu exoneração do cargo anteontem, após Arthur cancelar a homologação da licitação que escolheu o Consórcio Manaus Seguro para a instalação de radares eletrônicos na capital ao custo de R$ 7,6 milhões.

Indagado sobre os possíveis nomes, Arthur preferiu fazer suspense quanto aos candidatos, mas afirmou que estuda os currículos de duas pessoas e enfatizou que até ter sua decisão anunciada, deve manter o diretor de Operações do Manaustrans, coronel Raimundo Encarnação, à frente do órgão no lugar de Paulo Martins.

“Se fosse só um nome, eu já diria. Mas eu tenho dois de bom nível e currículo. Não posso dizer nomes, pois aquele que ficasse preterido, pareceria incompetente. Por enquanto quem toma conta é o coronel Encarnação, como diretor-interino. Espero anunciar entre hoje e amanhã”.

Arthur não quis comentar sobre o envolvimento de um dos sócios do Consórcio Manaus Seguro, empresário Labib Faour Auad dono da Consladel, que culminou no cancelamento da licitação e instalação dos radares na capital, entretanto, frisou invalidação dos processos. Ele aproveitou para anunciar que mandou cancelar uma outra licitação em curso, a que quer contratar uma empresa para inspeção veicular.

“Puxei para mim as licitações daquele órgão e inclusive mandei suspender a licitação da inspeção veicular, porque ouvi ruídos e não quero saber disso. Ruído para mim é muito grave, é sinal de que a gente tem que prestar atenção nele. Só faremos a licitação dos radares com absoluta segurança”, finalizou.

Por Cecilia Siqueira

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir