Dia a dia

Novo modelo de segurança reforça policiamento nos bairros de Manaus

Atualmente, as Companhias Interativas Comunitárias (Cicoms) seguem o Roteiro de Policiamento Setorial (RPS) - foto: divulgação

Atualmente, as Companhias Interativas Comunitárias (Cicoms) seguem o Roteiro de Policiamento Setorial (RPS) – foto: divulgação

Um novo modelo de policiamento comunitário setorial está sendo implantado pelo comando da Polícia Militar do Amazonas (PM) após a chegada das novas viaturas e ainda dos 64 aspirantes a oficial, reforçando a interação comunitária nos 194 setores em que a cidade está dividida.  De acordo com o Comandante de Policiamento Metropolitano (CPM), coronel Franclides Ribeiro, agora, cada setor está sob a responsabilidade de um oficial tenente ou aspirante.

Ele ressaltou que cada oficial será responsável por interagir com os moradores, fazer um levantamento especifico das necessidades de segurança e até mesmo de outras áreas. “Os oficiais quando estiverem de expediente serão direcionados para realizarem levantamento do seu setor de policiamento, implementando boas práticas comunitárias, atuando no policiamento voltado para solução de problemas.”, disse o coronel.

Segundo Franclides, esse acompanhamento setorial será 100% completo com o reforço das novas viaturas que devem chegar ao total de 700 até o final deste mês, segundo previsão da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). Do montante, 274 serão destinadas às Companhias Interativas Comunitárias (Cicoms). “Os oficiais e aspirantes terão maior aproximação com a comunidade, conversando diariamente com as lideranças do bairro, líderes religiosos, diretores de escolas e os próprios moradores e principalmente fazendo o acompanhamento da mancha criminal de cada área”, destacou.

Atualmente, as Companhias Interativas Comunitárias (Cicoms) seguem o Roteiro de Policiamento Setorial (RPS), que norteia por onde as viaturas devem passar durante as rondas policiais nos bairros. “Mas isso é feito de forma dinâmica, atendendo as mudanças conforme a necessidade de cada local”, disse.

Na 10ª Cicom, por exemplo, responsável pelo policiamento nos bairros Alvorada e Dom Pedro, o comandante, capitão Túlio Alencar, informa que a área está dividida em sete setores. “O tenente de cada setor é responsável pelas ações de policiamento da área, além do atendimento ao público e ações de preventivas por meio de palestras em escolas”, disse. No bairro Dom Pedro, que possui três setores de policiamento, os comunitários auxiliam os policiais por meio do aplicativo de mensagens instantâneas Whatsapp.

De acordo com o secretário de Segurança Pública do Amazonas, Sérgio Fontes, a ação da Polícia Militar, em reforçar o policiamento comunitário, é uma das estratégias para conhecer de perto as necessidades da área de Segurança de cada área. “Dentro da SSP também criamos o Departamento de Polícia Comunitária, que já está coordenando as diversas ações das instituições voltadas para as comunidades e principalmente  estreitando o relacionamento com os moradores e lideranças”, destacou.

O secretário ressaltou ainda o reaparelhamento do Sistema de Segurança com chegada das novas viaturas. “Como foi amplamente divulgado, no início do ano, tínhamos apenas 100 viaturas em toda a cidade. Essa realidade já começou a mudar com a chegada das 300 primeiras viaturas, que já foram entregues, e com a previsão de completar o total de 700 viaturas até este mês”, disse

Sérgio Fontes disse ainda da prioridade do Sistema de Segurança que é a redução dos crimes contra a vida. “Um dos nossos principais desafios é combater e prevenir os crimes contra a vida. Antes do Ronda no Bairro, em 2011, quase mil pessoas estavam morrendo por ano em Manaus, e passou pra 722 para 2013. Isso mostra que o programa é eficiente, mas não pode ser o único. Temos a obrigação de não deixar 2015 ser um ano tão violento como 2014”, disse Fontes.

Com informações da assessoria de comunicação

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir