Dia a dia

Nove bairros são afetados após rio Negro atingir cota de emergência

Em 2012, o rio Negro chegou a 29,97 metros, quando foi registrado a cheia histórica – arquivo EM TEMPO

O nível do Rio Negro atingiu os 29 metros, no último sábado (3), deixando Manaus na cota de emergência. Nove bairros da cidade já foram atingidos pela subida das águas. Conforme dados publicados no site o Serviço hidrográfico do Porto de Manaus, após alcançar os 29 metros, o nível do rio ficou estabilizado durante o domingo (4) e nesta segunda-feira (5).

Conforme a Defesa Civil Municipal, o órgão realiza diariamente o monitoramento das áreas de riscos, e se antecipou com a construção de 3.016 metros de pontes provisórias nos bairros afetados, antes mesmo da capital amazonense atingir a cota de emergência. Nove bairros já foram atingidos pela subida das águas e passaram a ser atendidos com passarelas para facilitar o acesso dos moradores às casas, atingidas pela água do rio.  São eles: São Jorge, Educandos, Raiz, Presidente Vargas, Colônia Antônio Aleixo, Aparecida e Centro, Tarumã e Cachoeirinha.

De acordo com o relatório do Departamento de Operações da Defesa Civil de Manaus, ao todo, 15 bairros de todas as zonas da cidade deverão serem afetados pela cheia, como: Tarumã, Mauazinho, São Jorge, Educandos, Raiz, Betânia, Presidente Vargas, Colônia Antônio Aleixo, Aparecida, Centro, Santo Antônio, Cachoeirinha, Glória, Compensa e Puraquequara, além de 13 comunidades da área ribeirinha.

Apesar de o nível ser considerado alto, a cheia deste ano não deve superar a de 2012, a maior enchente já registrada na história em Manaus, quando o nível chegou a 29,97 metros. A preocupação deste ano, segundo o superintendente do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), Marco Antônio Oliveira, é que as águas do Rio Negro ficarão elevadas por um período maior.

Municípios

A cheia dos rios no Amazonas em 2017, já levou 32 municípios a decretarem situação de emergência. Mais de 57 mil famílias foram afetadas. Os municípios em situação de emergência estão recebendo ajuda humanitária por parte do governo. A lista de ajuda é composta por alimentos, medicamentos, kits de higiene e limpeza, além de hipoclorito de sódio para purificação da água. As famílias também estão sendo retiradas de áreas de risco.

Mara Magalhães
EM TEMPO

Saiba mais:
Cheia do rio Negro pode superar em dois metros nível de 2016
CPRM divulga 3º alerta de cheia do rio Negro para Manaus
Sobe para 32 o número de municípios afetados pela cheia no AM

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir