Economia

Nova diretoria do Sindframa é eleita e promete lutar por reestruturação

 O economista Gilvânio Paiva é o novo presidente do sindicato - foto: divulgação

O economista Gilvânio Paiva é o novo presidente do sindicato – foto: divulgação

O sindicato dos servidores da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) já tem uma nova diretoria eleita para comandar a entidade no próximo biênio. Nesta quarta-feira (20), o sindicato concluiu o processo eleitoral que culminou na eleição da Chapa Azul, a única inscrita. Com isso, o Sindframa passa a ser presidido pelo economista Gilvânio Paiva, e tem em seus cargos diretivos servidores de diversas áreas da autarquia, além de funcionários de unidades descentralizadas da Suframa e aposentados.

Ao todo, 180 sindicalizados votaram na eleição. Foram169 votos na Chapa Azul, dez votos nulos e um voto em branco. Para ser eleita, a chapa precisaria da maioria simples (50% + 1) dos votos válidos. Já empossados, eles agora devem aguardar até o dia 1º de junho de 2016 para entrarem legalmente em ação, data em que acaba o prazo recursal previsto no estatuto do sindicato.

No entanto, como já faz parte da atual gestão do Sindframa, Gilvânio Paiva informou que pretende tomar algumas providências para garantir que o sindicato cumpra seu papel de apoio ao servidor.

“Nosso objetivo é contratar, nos próximos dias, um escritório de advocacia para dar auxílio aos nossos sindicalizados em questões judiciais e trabalhistas. Outra prioridade é acompanhar o trâmite no Congresso Nacional do Projeto de Lei (PL) que prevê a reestruturação das carreiras dos servidores. Precisamos retomar as mobilizações para garantir a aprovação dele, tendo em vista a sensível situação política que o país vive hoje”, comentou Paiva.

A aprovação do PL, aliás, é uma dos principais pontos da plataforma de trabalho da nova diretoria. Eles também defendem estender a Gratificação de Qualificação (GQ) para todos os servidores da Suframa, inclusive os de Nível Médio.

O benefício hoje é dado apenas a parte dos servidores de Nível Superior, escolhidos mediante processo seletivo.Uma maior transparência das contas do sindicato e a criação de uma ouvidoria na estrutura do Sindframa também são bandeiras de luta da diretoria eleita.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir