Sem categoria

Nova cúpula da segurança no AM vai trabalhar para combater crimes na origem

Membros da segurança foram apresentados e debateram sobre propostas na manhã desta segunda (5) - Foto: Luis Henrique Oliveira

Membros da segurança foram apresentados e debateram sobre propostas na manhã desta segunda (5) – Foto: Luis Henrique Oliveira

A nova cúpula da segurança no Estado vai trabalhar para combater o principal fator de origem dos crimes: o tráfico de drogas oriundo das fronteiras. Foi o que informou o titular da Secretaria Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), Sérgio Fontes, durante coletiva de apresentação dos novos membros da equipe. Na ocasião também foram discutidas medidas de combate à criminalidade registrada na capital.

“Já estamos com mais drogas apreendidas do que nos últimos quatro anos, todas de ações policiais, todas com quase 100% de pureza e agora vamos iniciar o combate à violência decorrente disto. Mas atacar o crime organizado tem um custo e Manaus é a maior cidade com mais recursos próximos das áreas produtoras. Nós vamos tentar reduzir ao máximo a violência urbana em Manaus e no interior do Estado, por meio dessas ações, atacando as ‘bocas de fumo’, atacando a população criminosa armada e atuando intensamente na rua para que a população sinta a sensação de segurança”, disse Fontes.

A partir de agora, o comando da Polícia Militar (PM) ficará sob responsabilidade do coronel James Frota e do subcomandante coronel Rubens Sá. Já Raimundo Acioly assume a Delegacia Geral de Polícia Civil (PC), junto com o delegado adjunto Alberto Petrônio. A chefia do Estado Maior foi assumida pelo coronel Lindomar Brito.

O novo delegado geral da Polícia Civil, Raimundo Acioly, comentou também sobre os delegados de alguns Distritos Integrados de Polícia (DIP) da capital, que estão sem delegados por conta da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). “Todos os DIP’s terão delegados. Nós estamos trazendo pessoal do interior para cobrir o plantão e as titularidades da capital. Nós vamos fazer uma redistribuição no interior e pretendemos cobrir todos os municípios”, disse.

A Polícia Civil irá priorizar a Delegacias Especializadas em Homicídio e Sequestros (DEHS) e a Delegacia de Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd). Delegados das Zonas Leste e Norte (locais da capital com maior incidência de crimes) também serão realocados.

O comandante da Polícia Militar, coronel James Frota, informou que 250 policiais militares irão sair da parte administrativa para atuar na parte operacional.

 

Por Luís Henrique Oliveira

1 Comment

1 Comment

  1. Pingback: Nova cúpula da segurança no AM vai trabalhar para combater crimes na origem - DSS Consultoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir