Mundo

Nos EUA, FBI é chamado a investigar agressão de policial a aluna negra

Um xerife da Carolina do Sul (EUA) pediu às autoridades federais para investigarem a detenção de uma estudante negra de ensino médio após um vídeo mostrar um policial branco jogando a menina no chão e a arrastando na sala de aula.


As ações do policial Ben Fields na escola Spring Valley High School, de Columbia, na segunda-feira (26), atraíram repúdio imediatamente após o vídeo ser exibido por veículos de mídia e nas redes sociais.
A pré-candidata democrata à Casa Branca Hillary Clinton defendeu a investigação federal da agressão, que classificou como “inaceitável”.

Um porta-voz do xerife Leon Lott, do condado de Richland, disse ter solicitado ao FBI e ao Departamento de Justiça, nesta terça-feira (27), que iniciem inquéritos independentes do ocorrido, que vem à tona em meio a um questionamento profundo sobre o uso da força por parte da polícia norte-americana, particularmente contra minorias.

A hashtag #AssaultAtSpringValleyHigh (AgressãoEmSpringValleyHigh) se tornou um tópico comentado nacionalmente horas depois do incidente na escola.

Lott “tem dúvidas como qualquer pessoa, e quer respostas”, afirmou o tenente Curtis Wilson, porta-voz do xerife.

O policial Fields foi transferido para tarefas administrativas, acrescentou Wilson, o que significa que por ora não irá patrulhar as ruas nem trabalhar em escolas.

O segundo distrito escolar de Richland proibiu Fields de voltar a atuar em qualquer uma de suas 40 escolas durante a investigação, e autoridades distritais declararam que não irão tolerar comportamentos que ameacem a segurança dos estudantes.

“A intensidade da força usada por um policial contra uma aluna me pareceu excessiva e desnecessária”, desse James Manning, presidente do Comitê de Curadores do Segundo Distrito.

Fields não respondeu a um pedido de comentário enviado por e-mail.

Lott declarou a uma rede de televisão local que Fields foi chamado a uma sala de aula na tarde de segunda-feira depois que uma estudante se recusou a obedecer a um professor que pediu que ela se retirasse da sala.
Um vídeo aparentemente gravado por um outro aluno mostra Fields se aproximando da garota, que está sentada em uma carteira, colocando o braço por baixo de seu queixo e virando a cadeira e a aluna.

Em seguida, Fields a arrasta para longe da cadeira e a joga ao chão, enquanto a sala cheia de alunos assiste em silêncio.

A jovem então é algemada, aparentemente sem resistir ou discutir com o policial. Ela foi presa por “perturbar a escola” e mais tarde foi entregue à família, informou Wilson.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir