Cultura

Nona mostra de teatro do Amazonas começa neste sábado

O evento é realizado pela Federação de Teatro do Amazonas (Fetam)  - foto: divulgação

O evento é realizado pela Federação de Teatro do Amazonas (Fetam) – foto: divulgação

A encenação “Ella”, que utiliza a estética do clown para criticar a opressão da mídia contra as mulheres, marca o início da 9ª Mostra de Teatro do Amazonas, amanhã, às 19h, no Les Artistes Café-Teatro (avenida 7 de Setembro, 377, Centro). A produção independente é encenada e dirigida pela performer Ana Oliveira. “Ella” e a montagem de domingo (31), “A estrada”, fazem parte ainda da programação do projeto cultural “Passo a Paço”, da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult).

O evento é realizado pela Federação de Teatro do Amazonas (Fetam) e, até o dia 12 de junho, promoverá a apresentação de 20 peças teatrais em cinco locais diferentes, sempre com entrada franca. A mostra tem apoio do Serviço Social do Comércio (Sesc) e patrocínio da Manauscult.

No palco, Ana Oliveira dá vida à personagem-título, que entra em conflito com o próprio corpo por causa das imagens estereotipadas das formas femininas apresentadas em revistas e videoclipes, por exemplo. “Ella” decide, então, investir na busca pelo corpo ideal e, para isso, submete-se a uma dieta delirante e a exercícios físicos em excesso.

No domingo (31), também no palco do Café-Teatro, o público poderá conferir o drama “A estrada”, da Associação dos Artistas Cênicos do Amazonas (AACA), às 19h. A montagem é ambientada entre as décadas de 1970 e 1980, época da construção da estrada BR-174, durante o regime militar. O foco é o impacto que a abertura dessa rodovia causou no povo waimiri-atroari, que habitava essa região.

“A estrada” tem direção de Douglas Rodrigues e conquistou sete prêmios no 11º Festival de Teatro da Amazônia (FTA), realizado no ano passado – melhor espetáculo, diretor, atriz, cenário, pesquisa musical, maquiagem e texto original. A produção conquistou um prêmio de circulação pelo Ministério da Cultura (MinC).

No Les Artistes Café-Teatro serão apresentadas ainda as montagens “Charlene – Minha vida é um coquetel” (1º/6, às 20h); “Anjos de cor” (2/6, às 20h); “Se essa rua fosse minha” (3/6, às 18h); “Que diabo deu em Barbie Jane?” (4/6, às 20h); “O circo da ilusão” (5/6, às 19h); e “Retratos de Qorpo Santo” (6/6, às 20h).

O Teatrinho do Sesc (rua Henrique Martins, 427) recebe a peça “Vocês viram meu cachorro?” (7/6, às 17h). No mesmo dia, às 19h, será encenada “Persona – Face um”, no Espaço Cultural Ateliê 23 (rua Tapajós, 166, Centro).

No dia 8, as atrações são “O cavaleiro da armadura de sol” (às 17h, no largo São Sebastião, Centro) e “Recriando mitos Tikuna” (às 20h, no Teatro José Lindoso do Sesc/Centro). No dia seguinte, haverá “A menina dos brincos de ouro” (às 16h, no Sesc Balneário, Campos Elíseos) e “Balões” (às 20h, no Teatro José Lindoso).

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir