Saúde e Bem Estar

No Outubro Rosa, campanha incentiva doação de cabelos

Durante todo o mês, às terças e quintas, acontece no shopping a mobilização pela doação de cabelo – foto: divulgação

Durante todo o mês, às terças e quintas, acontece no shopping a mobilização pela doação de cabelo – foto: divulgação

É possível fazer de um simples corte de cabelo um grande ato solidário. Isto porque os fios podem ser transformados em perucas para pacientes que sofreram modificações no corpo em virtude do tratamento contra o câncer. A ação não está associada apenas a vaidade, mas a um auxílio positivo para a recuperação, devolvendo autoconfiança a mulheres diagnosticadas com a doença.

Fátima Maria Santiago perdeu os cabelos este ano com o início das sessões de quimioterapia. De acordo com ela, na primeira sessão foi possível observar o efeito avassalador do tratamento. Ao todo já foram feitas nove sessões. “Eu me senti muito mal, porque tinha os cabelos longos e via cada dia meu travesseiro cheio de fios quando acordava”, lamentou.

Na abertura oficial do movimento ‘Outubro Rosa’ no Amazonas Shopping, uma ação em parceria com o Lar das Marias, Fátima foi presenteada com uma peruca. Ainda que não seja possível reverter todos os problemas decorrentes do tumor, segundo ela, foi um presente que permitiu a melhora de sua autoimagem. “Eu tenho usado todo dia desde que recebi”, comentou.

Ciente da importância da ação antes mesmo de ser agraciada, ela também resolveu ajudar, incentivando a sobrinha Joseane Ramalho, 13 anos, e a neta Maria Manuele Freitas, oito anos, a doarem ao menos dez centímetros (tamanho mínimo) de seus cachos.

Psicóloga do Lar das Marias, Conceição Félix pontua que a autoestima é um dos melhores ‘remédios’ para garantir a recuperação das pacientes, porque dá energia e esperança de que dias melhores virão. Segundo Conceição, as voluntárias do Lar das Marias trabalham com diversas atividades para melhoria da autoimagem, como a questão da peruca e oficina de lenços.

Durante todo o mês, às terças e quintas, acontece no shopping a mobilização pela doação de cabelo, em parceria com o salão Cabral Coiffeur. Quem participar do momento solidário ganha um voucher para receber um corte moderno pelos profissionais do salão, durante terças e quintas, de 16h às 20h.

A doença
Comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, depois do de pele não melanoma, o câncer de mama responde por cerca de 25% dos casos novos a cada ano. Conforme expectativa do Instituto Nacional do Câncer (Inca), em torno de 57,12 mil novos casos devem ser registrados no país este ano.

De acordo com a clínica geral e consultora médica do Laboratório Sabin, Dorothy Aguiar, o diagnóstico precoce é essencial para o tratamento eficaz da doença. “Se detectado em sua fase inicial, a possibilidade de cura supera os 90%”.

Ela comenta que ainda que se faça o autoexame, a realização de consultas médicas periódicas é altamente recomendada. Isto porque o autoexame não é um método diagnóstico e não substitui a visita ao mastologista. “Ele deve ser realizado uma vez a cada mês, na semana seguinte ao término da menstruação. As mulheres que não menstruam devem determinar um dia específico para repetir o autoexame todo o mês”, destacou.

As unidades do Laboratório Sabin contam com dois tipos de exames disponíveis para detectar o tumor: o sequenciamento completo (que avalia todas as regiões importantes dos genes BRCA 1 e BRCA 2, e é apropriado para a maioria dos pacientes), e a análise das três mutações mais frequentes em judeus Ashkenazi (indicado apenas para os indivíduos ascendentes desta população).

A descoberta precoce permite, na maioria dos casos, tratamento. Por isso, nesse momento é importante manter a calma e procurar o médico para avaliar a paciente.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir