Dia a dia

No Novo Israel, cabeleireira é morta com mais de 20 facadas

Casa da vítima não apresentava sinais de arrombamento – foto: divulgação

Casa da vítima não apresentava sinais de arrombamento – foto: divulgação

A cabeleireira Maria Auxiliadora Feitosa da Silva, 32, foi encontrada seminua e morta com mais de 20 facadas pelo corpo, dentro do próprio quarto, nesta quarta-feira (25). O companheiro dela, um mototaxista, cujo nome não foi repassado pela polícia, acionou uma guarnição policial ao retornar ao local e encontrar a vítima caída. A Polícia Civil informou que na casa não havia sinais de arrombamento e nenhum objeto foi levado do local do crime.

O assassinato ocorreu na residência da cabeleireira, na rua Santa Marta, comunidade Rio Piorini, bairro Novo Israel, Zona Norte. De acordo com investigadores da Delegacia Especializada de Homicídios e Sequestros (DEHS), a vítima estava com o corpo completamente ensanguentado e apenas de calcinha.

“O companheiro dela disse que saiu pela manhã para trabalhar e ela continuou dormindo. Ao retornar para casa a encontrou de peito para cima caída no chão do quarto com vários golpes de faca pelos braços, pescoço, peito e barriga. Ele percebeu que ela já não tinha mais vida e acionou PMs da 20ª Cicom (Companhia Interativa Comunitária). Ele nos relatou que a companheira costumava dormir da mesma forma em que foi encontrada”, disse um investigador que pediu para não ter o nome divulgado.

Quatro vizinhos da vítima foram intimados pelos investigadores a prestar depoimento na sede da DEHS.

Peritos do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC) da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) informaram que a vítima tinha perfurações em várias partes do corpo e que seria possível precisar o número de golpes, por meio de exame no Instituto Médico Legal (IML).

Por Tahis Gama

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir