Saúde e Bem Estar

No Dia do Homem, especialista alerta para os cuidados com a saúde masculina

Entre os fatores do alto índice da doença está o preconceito do público masculino com os exames urológicos – foto: reprodução

Entre os fatores do alto índice da doença está o preconceito do público masculino com os exames urológicos – foto: reprodução

Os homens não priorizam os cuidados com a saúde e o bem-estar em todas as fases da vida. Conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), os brasileiros do sexo masculino têm menor expectativa de vida que os do sexo feminino. Para alertar a população masculina sobre a prevenção e tratamento contra enfermidades, foi criado o Dia do Homem, comemorado no Brasil nesta quarta-feira (15).

Uma das doenças graves que mais afeta a saúde masculina é o câncer de próstata. De acordo com dados do Ministério da Saúde (MS), mais de 50 mil novos casos são diagnosticados por ano, causando mais de 12 mil mortes no mesmo período.

Segundo a clínica geral e consultora médica do Laboratório Sabin, Dorothy de Aguiar, entre os fatores do alto índice da doença está o preconceito do público masculino com os exames urológicos. “Todos os homens acima de 45 anos devem realizar check up anual. Já aqueles com histórico familiar de câncer de próstata devem começar a partir dos 40”, afirma.

A avaliação inclui o toque retal, realizado pelo urologista e também o exame de sangue PSA (Antígeno Prostático Específico), responsável por detectar a proteína produzida pela próstata. “O resultado do PSA é rápido. Realizar o check-up ajuda a identificar a doença ainda no estágio inicial. Com isso, as chances de cura chegam a 90%”, explica a médica.

Prevenção
A especialista pontua que os exames periódicos e a visita regular ao médico devem fazer parte da rotina de todos os homens. Praticar atividades físicas e manter uma alimentação saudável com o consumo de fibras, frutas e verduras também ajuda na prevenção do câncer de próstata. É recomendado ainda não fumar e reduzir o consumo de álcool, de alimentos gordurosos e de proteína animal.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir