Eleições 2016

No AM, número de candidatos na eleição 2016 é maior que em 2012

Conforme dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 254 candidatos disputam as prefeituras do Amazonas nestas eleições, contra 233 registrados no pleito de 2012, um crescimento de 8,03% - foto: divulgação

Conforme dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 254 candidatos disputam as prefeituras do Amazonas nestas eleições, contra 233 registrados no pleito de 2012, um crescimento de 8,03% – foto: divulgação

Mesmo com a minirreforma eleitoral brecando qualquer financiamento de recursos de pessoa jurídica para campanha eleitoral, aliada à crise econômica e à desilusão da população por conta dos escândalos políticos, o número de candidatos a prefeito e vereador no Estado do Amazonas aumentou nestas eleições municipais.

Conforme dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 254 candidatos disputam as prefeituras do Amazonas nestas eleições, contra 233 registrados no pleito de 2012, um crescimento de 8,03%. Para as câmaras municipais, neste pleito, foram registrados 8.909 candidatos, número maior em 18,06% se comparado à de 2012, quando disputaram 7.255 pessoas ao cargo de vereador.

Na avaliação do analista político Afrânio Soares, esse crescimento de candidaturas no Amazonas deve-se, em parte, à minirreforma eleitoral, já que, com uma eleição mais curta e com as restrições impostas, o pleito ficou mais equilibrado economicamente. “Com isso, as legendas nacionais e estaduais estimularam os municipais a tomarem atitude para ter mais representatividade, já que é uma eleição curta e barata”.

Ele ainda destaca que os partidos usaram também a seu favor os escândalos de corrupção para promover candidaturas alternativas aos eleitores, tanto nos Legislativos quanto no Executivo.

Em Manaus, o número de candidatos a prefeito se manteve com nove concorrentes, o mesmo registrado em 2012. Para vereador de Manaus, o aumento de candidaturas foi em torno de 35%. Em 2012, disputaram 911 pessoas para uma das 41 vagas da Câmara Municipal de Manaus (CMM). Neste ano, 1.404 candidatos aspiram a se eleger para o Legislativo municipal.

“Diferentemente do interior, Manaus tem uma grande quantidade de candidatos a prefeito e quanto mais proporcional, mais você tem partidos disputando e quanto mais partidos, mais candidatos a vereadores. Porque a legenda pode, sozinha, apresentar 60 nomes para a vereança. Se há muitos partidos, há muitos candidatos, e eles acabam alimentando as chapas, diferentemente do interior”, disse Afrânio.

Vices

Com relação às candidaturas ao cargo de vice-prefeito no Amazonas, o TSE registrou 257 nomes para disputa, enquanto 2012 foram 238 candidatos, aumento de 0,92%. Em Manaus, são nove candidatos, sendo duas mulheres na chapa: Cristiane Balieiro, na chapa de Serafim Corrêa, ambos do PSB; e Taly Nayandra (PCB), na chapa do Professor Queiroz (Psol).

Do total de candidaturas registradas no site, 31% são de mulheres, que somam 2.923 aspirantes a prefeita e a vereadora, enquanto 69% são de homens ou 6.697 candidatos.

Idade

Já na faixa etária de candidatos no Amazonas, o que mais foi registrado no TSE são as de 40 a 44 anos de idade, com 1.680 pessoas. Logo em seguida, entre 35 e 39, 1.630, e de 45 a 49, 1.366 candidatos. Com relação à ocupação, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) registrou, no Estado, 940 candidatos que ocupam a função de agricultor, em seguida vêm 497 empresários e 491 como servidore públicos municipai. Em Manaus, 267 pessoas entre 40 e 44 anos de idade, 201 candidatos de 35 a 39 anos e 216 na faixa etária de 45 a 49. Na função, cerca de 338 em outros, empresários são 146 e em seguida 61 estudantes, bolsistas e estagiários.

De acordo com TSE, a escolaridade dos candidatos mais registrada no Amazonas é o ensino médio completo com 2695, logo em seguida superior completo com 1.512 e com fundamental incompleto, 812. Em Manaus, superior completo, 473, fundamental completo, 72, e fundamental incompleto, 44.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir