Sem categoria

No aeroporto de Manaus, PF prende jovens tentando embarcar com 20 quilos de skunk, avaliados em R$ 120 mil

Segundo o delegado da DRE/PF, Caio Avanço, o entorpecente estava dividido em duas malas, contendo 10 quilos em cada - foto: divulgação

Segundo o delegado da DRE/PF, Caio Avanço, o entorpecente estava dividido em duas malas, contendo 10 quilos em cada – foto: divulgação

Um homem de 24 anos e uma jovem de 20, de nomes não divulgados, foram presos por tráfico de drogas no Aeroporto internacional Eduardo Gomes, Zona Oeste de Manaus. Os suspeitos foram detidos em flagrante na madrugada deste sábado (14), durante fiscalização da Polícia Federal do Amazonas (PF-AM). Ao todo, foram apreendidos 20 quilos de skunk (super maconha).

Segundo o delegado de Repressão a Entorpecentes da Polícia Federal (DRE/PF), Caio Avanço, o entorpecente estava dividido em duas malas, 10 quilos em cada.  Avanço explicou que, em Manaus, a droga estaria avaliada em R$ 6 mil o quilo, ou seja, totalizando um valor de R$ 120 mil na apreensão.

O delegado informou ainda que a jovem tinha como destino final São Paulo e o rapaz estava indo para o Rio de Janeiro. Ambos viajavam por recompensa em dinheiro de R$ 3 mil.

Os jovens foram levados para a sede da Superintendência da Polícia Federal, localizada no bairro Dom Pedro, Zona Centro-Oeste da capital, onde foram autuados por tráfico de drogas.

Fiscalização

Na última semana, a PF tem realizado várias prisões e apreensões de drogas durante fiscalização no Aeroporto Eduardo Gomes. Ontem (13), um homem foi preso com dois quilos de skunk dentro de uma mala. O homem iria embarcar em um voo que tinha como destino Goiânia, capital de Goiás.

No domingo (8), a PF, também, efetuou a prisão em flagrante de 10 pessoas, assim como a apreensão de 73 quilos de drogas. Entre os entorpecentes estavam comprimidos de ecstasy, LSD, haxixe, Mdma, e crack, porém, a grande maioria era de super maconha (skank) e cocaína pura.

“Estamos intensificando a fiscalização, com uso de equipamentos de raio X e, eventualmente, com cães farejadores. O objetivo é a repressão do tráfico de drogas interestadual e internacional”, comentou o delegado.

Por equipe EM TEMPO Online

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir