Política

No 7º aniversário da morte de Gilberto Mestrinho, ‘fiel escudeiro’ revela frases do lendário governador

Governador por três vezes, prefeito deputado federal cassado no golpe de 64 e senador da República, Gilberto Mestrinho – que hoje (19), completa sete anos de morto –, era um desses “fazedores de frases” - Ilustração: Élvis

Governador por três vezes, prefeito, deputado federal cassado no golpe de 64 e senador da República, Gilberto Mestrinho era um desses “fazedores de frases” – Ilustração: Élvis

Reza a lenda que palavras o vento leva. Mas nem sempre é assim. Em alguns casos as palavras que dizemos ficam gravadas em nosso inconsciente e se misturam ao nosso destino” , ensinou certa vez um pensador. Logo, se certas palavras não se perderam a vento e nem perduraram cravadas na pedra, podem estar por aí, impressas nos papeis, gravadas em arquivos digitais ou, quem sabe, na eternizadas na memória dos homens que não esquecem o que um dia ouviram. Ou testemunharam.

Governador por três vezes, prefeito, deputado federal cassado no golpe de 64 e senador da República, Gilberto Mestrinho – que hoje (19), completa sete anos de morto –, era um desses “fazedores de frases”. Jornalista atento sempre voltava à redação, depois de suas entrevistas, com algumas pérolas anotadas com letras engarranchadas na sua caderneta. Por exemplo:

— Professor, die que o senhor já está com uma idade avançada, cansado e sem resistência para enfrentar mais uma campanha política?

— Meu filho, eu vou disputar é uma eleição e não uma olímpiada! (risos).

Gilberto tinha resposta para tudo. E Manaus, para um entrevista antológica com o “boto navegar”, os Casseta – do programa global Casseta & Planeta –, tentaram ser engraçados e ao mesmo tempo questionar as teses ecológicas polêmicas, de Mestrinho:

— Governador, é verdade que o senhor come jacaré?

— Só rabo. Vocês também não são chegados?

Ao invés de fazer rir, Bussunda e sua trupe acabaram rindo.

Gilberto Mestrinho morreu no dia 19 de julho de 2009, depois de agonizar no Hospital Prontocord, em Manaus por 16 dias. O ex-governador estava com 81 anos.

Mestrinho nasceu em Manaus no dia 23 de fevereiro de 1928. Iniciou sua carreira política na década de 1950 como prefeito de Manaus. Foi deputado federal e também governador do Amazonas por três vezes, nos anos de 1959 a 1963; 1983 a 1987; e 1991 a 1995. No Senado, onde permaneceu de 1998 até 2007, Mestrinho comandou a Comissão Mista de Orçamento por três anos seguidos.

Garimpeiro de frases

Fiel escudeiro de Gilberto por quase 50 anos (eles se conheceram em 1949) Durante os 45 anos em que esteva ao lado de Gilberto, Luís Costa – que é um “garimpeiro” de frases universais –, colecionou algumas frases do governador. Algumas delas foram parar no livro “Leia Comigo”, de sua autoria, que está na 5ª edição. Mas, só algumas. Mas mais preciosas e polêmicas ficaram guardadas por muitos anos e só hoje, quando a data o remete à saudade do amigo, ele resolver divulgar algumas dessas pérolas, que revelam a inteligência, a astúcia, o sarcasmo, jogo de cintura e o humor (por que não?) , do politico e do homem Gilberto Mestrinho.

— Essa frases do governador Gilberto Mestrinho ganharam a imprensa nacional e internacional. Vários jornais, aqui do Brasil, deram ênfase a elas. Colhi, aqui e ali, algumas delas. Vamos apreciá-las, convida Luiz Costa.

Por Mário Adolfo

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir