País

Namorado de jovem morta com tiro na cabeça reconhece suspeito, diz polícia

O namorado da universitária Camila Beraldo Talarico, 25, identificou o rapaz preso na manhã desta terça-feira (2) como um dos três criminosos responsáveis pela morte da jovem. Ela morreu no último domingo (31) após ser atingida por um tiro na cabeça. O namorado dela também foi ferido, mas passa bem.

Segundo o delegado Eduardo Peretti, titular do 2º DP de Suzano, o namorado da garota, Kauê Cailo Kamezawa da Silva, 26, identificou o suspeito, por meio de fotos e contou que ele ajudou na abordagem e ficou na parte de trás do carro com o casal, quando teria agredido o rapaz com coronhadas e feito um disparo para assustá-los.

O delegado afirmou que chegou ao suspeito após uma denúncia anônima. Segundo a polícia, ele tem 25 anos e saiu da prisão em dezembro, após cumprir quatro anos de pena. Ele também já teria sido apreendido quando era menor de idade por suspeita de roubo. Ele, no entanto, nega participação no crime contra o casal.

Peretti afirmou que já foi solicitada a prisão temporária do suspeito à Justiça, mas ainda não há pistas sobre os outros dois criminosos.

O crime aconteceu na manhã de domingo, quando o casal fazia uma entrega de pães em Itaquaquecetuba, também na região metropolitana. Segundo depoimento de Kauê à polícia, os dois estavam em uma Fiorino branca e foram abordados por três homens, que os renderam e os levaram até uma favela da região.

Os bandidos teriam pedido dinheiro ao casal, mas eles não tinha. Com isso, eles foram levados a Estrada Antônio Jorge, no bairro Cidade Edson, em Suzano, na Grande São Paulo, onde foram baleados na cabeça. Camila morreu e Kauê ficou com a bala alojada perto e ficou internado até esta terça.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir