Esportes

Nadadora de 10 anos supera rivais e faz ‘recorde’ nos 50 m livre em Kazan

"Foi meu melhor tempo na prova", disse a menina- foto:divulgação

“Foi meu melhor tempo na prova”, disse a menina- foto:divulgação

Xodó do Mundial de Kazan, a barenita Alzain Tareq, 10, voltou à piscina neste sábado (8) para as eliminatórias dos 50 m livre. E não fez feio.

Em uma série com atletas até 12 anos mais velha, ela ficou na terceira posição, com a marca de 35s78, um “recorde pessoal”. Seu tempo de inscrição era de 38s21.

“Foi meu melhor tempo na prova”, disse a menina, de 1,36 m e feições e musculatura de criança. “É uma grande sensação ter nadado dois eventos aqui. Eu me sinto muito bem”, complementou.

Entre 113 atletas que nadaram a prova, ela foi a 105ª colocada. A melhor nas eliminatórias foi a australiana Cate Campbell, que cruzou a piscina em 24s40. A brasileira Etiene Medeiros avançou para as semifinais, que ocorrem a partir de 11h30 (de Brasília), com a 13ª marca (24s97).

Alzain havia nadado na sexta-feira (7) os 50 m borboleta e tinha ficado triste porque piorou sem tempo. Neste sábado, ela saiu da piscina mais satisfeita.

“Meu pai queria que eu me focasse no meu próprio tempo e o melhorasse. Acho que ele está feliz agora”, apostou, misturando respostas mais bem articuladas com outras monossilábicas.

Ela tem ambição de nadar os Jogos Olímpicos. A meta é Tóquio-2020, mas se a oportunidade surgir na Rio-2016 ela não irá recusar.

Alzain não nadará mais nenhum prova no Mundial de Kazan, que se encerra neste domingo (9).

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir