Esportes

Nadadora de 10 anos supera rivais e faz ‘recorde’ nos 50 m livre em Kazan

"Foi meu melhor tempo na prova", disse a menina- foto:divulgação

“Foi meu melhor tempo na prova”, disse a menina- foto:divulgação

Xodó do Mundial de Kazan, a barenita Alzain Tareq, 10, voltou à piscina neste sábado (8) para as eliminatórias dos 50 m livre. E não fez feio.

Em uma série com atletas até 12 anos mais velha, ela ficou na terceira posição, com a marca de 35s78, um “recorde pessoal”. Seu tempo de inscrição era de 38s21.

“Foi meu melhor tempo na prova”, disse a menina, de 1,36 m e feições e musculatura de criança. “É uma grande sensação ter nadado dois eventos aqui. Eu me sinto muito bem”, complementou.

Entre 113 atletas que nadaram a prova, ela foi a 105ª colocada. A melhor nas eliminatórias foi a australiana Cate Campbell, que cruzou a piscina em 24s40. A brasileira Etiene Medeiros avançou para as semifinais, que ocorrem a partir de 11h30 (de Brasília), com a 13ª marca (24s97).

Alzain havia nadado na sexta-feira (7) os 50 m borboleta e tinha ficado triste porque piorou sem tempo. Neste sábado, ela saiu da piscina mais satisfeita.

“Meu pai queria que eu me focasse no meu próprio tempo e o melhorasse. Acho que ele está feliz agora”, apostou, misturando respostas mais bem articuladas com outras monossilábicas.

Ela tem ambição de nadar os Jogos Olímpicos. A meta é Tóquio-2020, mas se a oportunidade surgir na Rio-2016 ela não irá recusar.

Alzain não nadará mais nenhum prova no Mundial de Kazan, que se encerra neste domingo (9).

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir