Esportes

Nadador brasileiro vence último evento-teste para os Jogos Olímpicos Rio 2016

Competição internacional de maratona aquática na praia de Copacabana válida como evento-teste para os Jogos Olímpicos Rio 2016 (Fernando Frazão/Agência Brasil).

O evento aconteceu em um dia de calor, céu claro e sol forteFernando Frazão/Agência Brasil
Foi na batida de mão: o brasileiro Allan do Carmo venceu hoje (22), na Praia de Copacabana, na orla da zona sul da cidade, a prova da maratona aquática em evento teste para os Jogos Olímpicos Rio 2016 que acontece no próximo ano.

O evento aconteceu em um dia de calor, céu claro e sol forte, com temperatura em torno dos 30 graus Celsius (°C) – 18ºC  a 19°C dentro da água. A prova, disputada de forma acirrada, teve um final emocionante com o atleta brasileiro, atual campeão mundial, derrotando o japonês Yasunari Hirai na batida da mão – diferença de apenas um segundo.

Com o mar agitado, o baiano completou os 10 quilômetros da prova em 2h03m53s, seguido por Hirai em 2h03m54s. Em terceiro lugar chegou o canadense Weinberg Richard que completou a prova em 2h03m57s. Com enjoo, outro brasileiro que disputava a prova, Diogo Villarinho, abandonou a competição na terceira volta.

Depois de vencer a prova, Allan do Carmo disse que as condições adversas do mar tornaram a prova muito difícil. “A prova foi muito disputada e as condições do mar, muito mexido, a tornaram ainda mais difícil. E nessas condições, você tem que ter um senso de direção muito grande, mas essa é uma das minhas principais características”, disse Allan, admitindo gostar de nadar com o mar nessas condições.

Para Gustavo Nascimento, gerente de Instalações da Rio 2016, apesar do atraso no início da competição, o evento passou no teste e o Rio está preparado para receber os Jogos Olímpicos “Hoje o nosso foco foi a água, mas as coisas aconteceram bem na parte em terra, com a presença do público, boa circulação do tráfego e este lindo dia que vocês estão vendo aí”, disse ele. “A prova atrasou um pouco, o que não estava previsto, mas os árbitros estavam vindo da Marina da Glória de barco e nós tivemos que diminuir a velocidade das embarcações por causa das condições do mar”, admitiu Nascimento.

Ao todo neste final de semana 50 atletas de modalidades masculina e feminina estarão participando do evento-teste da Marona Aquática na Praia de Copacabana. Depois dos 25 homens que participaram da prova de hoje, amanhã (23) será a vez das mulheres. A prova terá a participação da bicampeã mundial da modalidade, a brasileira Ana Marcela Cunha. Entre os destaques da competição feminina estará também Poliana Okimoto que, assim como Allan do Carmo, já tem sua vaga garantida para os Jogos Rio 2016.

A maratona aquática é o sétimo e último evento preparatório para o Rio 2016. Os eventos-teste começaram em julho, com o vôlei, no Maracanãzinho, onde ocorreu a fase final da Liga Mundial. Já ocorreram também eventos de triatlo, remo, hipismo, ciclismo de estrada e vela – cujas competições também terminam neste sábado.

Ajustes finais

Fernando Possenti, técnico da bicampeã mundial Ana Marcela acredita que o evento de amanhã tem tudo para repetir o sucesso do de hoje, mas ressaltou que alguns ajustes e correções são necessários. “O evento de amanhã tem tudo para ser um acontecimento: a Praia de Copacabana é ótima, a praia e a água estão em ótimas condições, a temperatura está dentro do que é exigido para a maratona aquática”, disse ele.

Ao lembrar que nesta época do ano o mar fica mais agitado, Fernando cobrou maior firmeza para fixar os elementos que ficam na água para auxiliar na orientação dos atletas. “Os elementos que estão sendo utilizados na prova – a balsa de largada, o pórtico de passagem dos atletas e os barcos onde os treinadores alimentam [os atletas] – têm de ficar fixos. A gente sabe que o mar em agosto é mais agitado, mas a organização tem que dar um jeito de fixar isso”, disse.

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir