Esportes

Nacional pega Santos-AP para seguir na Copa Verde

A venda dos ingressos para o jogo estão disponíveis pelo preço de R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia) na sede do clube - foto: Diego Janatã

A venda dos ingressos para o jogo estão disponíveis pelo preço de R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia) na sede do clube – foto: Diego Janatã

O estádio Ismael Benigno, a Colina, será o palco do segundo confronto entre Nacional e Santos-AP pela Copa Verde. Na partida de ida, disputada na última quarta-feira (9), no estádio Zerão em Macapá (AP),  as equipes empataram em 3 a 3. Agora, quem vencer carimba a passagem para as quartas-de-finais da competição que garante ao campeão, uma vaga na Copa Sul-Americana de 2017. Representante do Amazonas, o Nacional pode avançar com empate em até 2 a 2. A bola vai rolar às 20h30 (de Manaus).

Na tarde de ontem (15), o técnico Heriberto da Cunha realizou um trabalho tático no Centro de Treinamento Barbosa Filho, localizado no Coroado, zona Leste de Manaus. Contando com o reforço do meia colombiano Tressor Moreno, inscrito no Boletim Informativo Diário (BID), o comandante deu cara ao time que entra em campo buscando avançar na competição regional. Provavelmente, Cunha deve repetir a mesma escalação.

Na atividade, o comandante focou no treinamento de bolas paradas. Para ele, o Leão da Vila Municipal não pode repetir os mesmos erros cometidos na partida de ida em Macapá.

“Nosso objetivo é focar nos 90 minutos de jogo, afinal uma equipe que quer chegar aos seus objetivos não pode tomar gol no primeiro minuto e aos 47 do segundo tempo. É essencial estar focado. Enquanto o árbitro não apitar o fim do jogo, a bola está rolando. Então, isso serviu de lição para que eles estejam focados, desde o apito inicial até o final. Vamos manter o foco no nosso objetivo. A equipe jogou bem lá. Teve os erros de bolas paradas, porém teve equilíbrio e espero que mantenha, principalmente na posse de bola, claro com mais uma intensidade maior dentro do jogo”, disse o comandante.

Sobre o fator jogar ‘dentro de casa’, Cunha ressaltou que prega aos seus jogadores o compromisso com o resultado e que independente do lugar o importante é não dar espaço ao adversário.

“Eu passo para meus jogadores que jogando dentro ou fora de casa a gente tem que buscar um equilíbrio, ter compromisso. Se a gente quer buscar um acesso, a equipe não pode jogar fora só defendendo. Tem que jogar do jeito que jogamos lá, atacando, buscando o resultado, revertendo. E dentro de casa da mesma forma, manter uma equipe bem equilibrada, mas colocar uma intensidade maior no jogo, até porque nós temos condições de fazer isso, principalmente pelo campo de jogo”, salientou.

Questionado sobre o segredo de sair de campo classificado, o meia Osmar afirmou que tudo dará certo se a equipe nacionalina entrar no duelo focada e impondo o ritmo de jogo. Fora isso, o importante será não cometer os mesmos erros da primeira partida.

“Sabemos o que eles têm para oferecer. Sabemos os seus pontos fortes e fracos. Devemos tirar proveito disso. No primeiro jogo, eles lançam bastante bolas para o Acosta. Mas temos que focar no nosso time e colocar o nosso futebol em prática para sair de campo vitoriosos”, finalizou o volante camisa 8.

A venda dos ingressos para o jogo estão disponíveis pelo preço de R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia) na sede do clube, localizada no bairro Adrianópolis e na loja Sport Line Nell, Centro. Na hora da partida, as bilheterias da Colina estarão funcionando.

Por Thiago Fernando

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir