Sem categoria

Nacional enfrenta Dom Bosco pela Copa do Brasil

Atacante Rodrigo Dantas volta ao time titular do Nacional - foto: divulgação

Atacante Rodrigo Dantas volta ao time titular do Nacional – foto: divulgação

Na noite de hoje (19), o Nacional inicia a sua caminhada na Copa do Brasil. O Leão da Vila Municipal teve que viajar mais de 10 horas para encarar o Dom Bosco-MT na Arena Pantanal. A partida acontece às 20h30 (de Manaus). Para o duelo, o representante do Amazonas terá duas novidades. Voltando de lesão, Rodrigo Dantas comandará o ataque nacionalino. Além disso, o meia Leandro Chaves estará à disposição no banco de reservas. Melhor ranqueado, o Nacional elimina o jogo de volta caso vença por dois gols de diferença.

Após a eliminação na Copa Verde diante do Remo, o Nacional teve duas semanas livres para preparar a equipe que entra em campo. Tendo como prioridade a Copa do Brasil, a diretoria nacionalina decidiu reforçar o elenco para a temporada. Sabendo que o setor ofensivo é o mais carente, os dirigentes foram ao futebol carioca onde contrataram o meia Leandro Chaves, que estava defendendo as cores do Madureira. O jogador de 31 anos viajou com o restante do elenco e deve entrar durante a partida. Outro jogador que reforçará o time que entra em campo diante do Dom Bosco é o atacante Rodrigo Dantas.

Apesar de jogar fora de casa, o técnico Heriberto da Cunha afirma que o Nacional entrará em campo buscando a vitória. Para o comandante, apesar de ter ficado duas semanas sem jogar, o elenco azulino tem condições de fazer uma boa partida e sair de campo com vitorioso.

“Sempre entramos em campo buscando a vitória. Não adianta entrar em campo pensando em empatar, porque acaba saindo de campo com a derrota. É ruim ficar sem jogar duas semanas, porque nossa equipe estava embalada. Quanto mais se joga, mais melhora. Temos que nos superar. Colhemos todas as informações possíveis sobre o adversário. É um jogo perigoso fora de casa. Sabemos os pontos fortes e vamos em busca de um bom jogo”, analisou.

Longa viagem

Capitão da equipe, o zagueiro Fabiano confirma que a longa viagem até Cuiabá (10 horas), é uma dificuldade extra para os jogadores. Apesar disso, o xerifão afirma que o time amazonense tem a obrigação de fazer uma boa partida. Ele lembra que nas últimas apresentações, o time foi elogiado pela organização e vontade demonstrada dentro de campo.

“Se falar que não desgasta, estarei mentindo. Desgasta bastante, mas é chegar lá, descansar e se alimentar bem para que na hora do jogo todos consigam realizar um bom trabalho. A gente vinha fazendo bons jogos, vinha em uma boa sequência e paramos apenas para treinar. Isso faz perder um pouco o ritmo, mas temos que superar isso lá e trazer um bom resultado para casa. O primeiro pensamento é conseguir um resultado positivo, respeitando a equipe adversária”, afirmou.

Por Thiago Fernando

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir