Esportes

Nacional encara líder Atlético-AC

Segundo colocado do grupo A1 com cinco pontos, os amazonenses entram em campo para encaminhar a classificação ao mata-mata da competição - foto; Macio Melo

Segundo colocado do grupo A1 com cinco pontos, os amazonenses entram em campo para encaminhar a classificação ao mata-mata da competição – foto; Macio Melo

Sem convencer, o Nacional volta a campo pela Série D do Campeonato Brasileiro, neste domingo (10). Em uma semana repleta de “mistérios”, onde a equipe realizou treinamentos com portões fechados à imprensa, o Leão da Vila Municipal encara o Atlético-AC, no estádio Florestão, às 18h (de Manaus). A partida é válida pela 5ª rodada da fase de grupos da competição.

Segundo colocado do grupo A1 com cinco pontos, os amazonenses entram em campo para encaminhar a classificação ao mata-mata da competição. O duelo, porém, é nada mais nada menos contra os líderes da chave. No jogo da ida, na Arena da Amazônia Vivaldo Lima, os acrianos dominaram as ações e, após estarem vencendo por 3 a 1, viram o Nacional empatar na segunda metade do segundo tempo.

Naquela oportunidade, a tarde foi do meia Josy. Ele “deitou e rolou” e fez dois gols. Neste domingo, o jogador não poderá entrar em campo, após ter levado um tiro na perna na semana passada. Para o goleiro Tom, a ausência do atleta não tornará o jogo menos complicado para o Nacional.

“Eu acho que o time do Atlético-AC vem demonstrando qualidade nos jogos que vem fazendo, não é à toa que é o líder do grupo. A ausência do Josy já veio no último jogo contra o Genus e eles golearam, mesmo com tudo isso ganharam o jogo, não sentiram tanto a ausência de um jogador tão importante que estava sendo o Josy nos jogos. Independente de quem vai estar em campo, a gente vai entrar para vencer”, afirma Tom.

Um dos homens de confiança do técnico Vagner Benazzi, o volante Tiaguinho rechaça a possibilidade de jogar recuado diante do Atlético. Segundo o jogador, mesmo atuando nos domínios do adversário, o Nacional atuará buscando os três pontos, o que lhe dará possibilidade de decidir a classificação ao mata-mata da Série D, na última rodada, diante do Genus, em Manaus, sem depender de ninguém.

“A expectativa é grande, precisamos somar pontos, respeitando o adversário, jogando fora de casa, mas nós vamos buscar a vitória. Temos que manter a calma”, declara Tiaguinho.

Para este duelo, Benazzi não poderá contar com o lateral-esquerdo Alex Cazumba e com o meia Hércules, ambos cumprirão suspensão pelo acúmulo de cartões amarelos. Em contrapartida, o comandante leonino ganha os reforços do lateral-direito Nego e do atacante Jones. A tendência é que o Nacional inicie a partida com Tom; Nego (Osvaldir), Luis Henrique, Edson Rocha, Radar; Carlinhos, Tiaguinho, Leandro Chaves, Esquerdinha; Malaquias e Nonato (Jones).

Por André Tobias

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir