Esportes

Nacional encara líder Atlético-AC

Segundo colocado do grupo A1 com cinco pontos, os amazonenses entram em campo para encaminhar a classificação ao mata-mata da competição - foto; Macio Melo

Segundo colocado do grupo A1 com cinco pontos, os amazonenses entram em campo para encaminhar a classificação ao mata-mata da competição – foto; Macio Melo

Sem convencer, o Nacional volta a campo pela Série D do Campeonato Brasileiro, neste domingo (10). Em uma semana repleta de “mistérios”, onde a equipe realizou treinamentos com portões fechados à imprensa, o Leão da Vila Municipal encara o Atlético-AC, no estádio Florestão, às 18h (de Manaus). A partida é válida pela 5ª rodada da fase de grupos da competição.

Segundo colocado do grupo A1 com cinco pontos, os amazonenses entram em campo para encaminhar a classificação ao mata-mata da competição. O duelo, porém, é nada mais nada menos contra os líderes da chave. No jogo da ida, na Arena da Amazônia Vivaldo Lima, os acrianos dominaram as ações e, após estarem vencendo por 3 a 1, viram o Nacional empatar na segunda metade do segundo tempo.

Naquela oportunidade, a tarde foi do meia Josy. Ele “deitou e rolou” e fez dois gols. Neste domingo, o jogador não poderá entrar em campo, após ter levado um tiro na perna na semana passada. Para o goleiro Tom, a ausência do atleta não tornará o jogo menos complicado para o Nacional.

“Eu acho que o time do Atlético-AC vem demonstrando qualidade nos jogos que vem fazendo, não é à toa que é o líder do grupo. A ausência do Josy já veio no último jogo contra o Genus e eles golearam, mesmo com tudo isso ganharam o jogo, não sentiram tanto a ausência de um jogador tão importante que estava sendo o Josy nos jogos. Independente de quem vai estar em campo, a gente vai entrar para vencer”, afirma Tom.

Um dos homens de confiança do técnico Vagner Benazzi, o volante Tiaguinho rechaça a possibilidade de jogar recuado diante do Atlético. Segundo o jogador, mesmo atuando nos domínios do adversário, o Nacional atuará buscando os três pontos, o que lhe dará possibilidade de decidir a classificação ao mata-mata da Série D, na última rodada, diante do Genus, em Manaus, sem depender de ninguém.

“A expectativa é grande, precisamos somar pontos, respeitando o adversário, jogando fora de casa, mas nós vamos buscar a vitória. Temos que manter a calma”, declara Tiaguinho.

Para este duelo, Benazzi não poderá contar com o lateral-esquerdo Alex Cazumba e com o meia Hércules, ambos cumprirão suspensão pelo acúmulo de cartões amarelos. Em contrapartida, o comandante leonino ganha os reforços do lateral-direito Nego e do atacante Jones. A tendência é que o Nacional inicie a partida com Tom; Nego (Osvaldir), Luis Henrique, Edson Rocha, Radar; Carlinhos, Tiaguinho, Leandro Chaves, Esquerdinha; Malaquias e Nonato (Jones).

Por André Tobias

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir