Esportes

Nacional apresenta novo ‘camisa 10’ como reforço no Brasileiro ‘Série D’

Após três anos no River-PI, o jogador chega para ocupar uma das posições mais carentes no elenco leonino - foto: divulgação

Após três anos no River-PI, o jogador chega para ocupar uma das posições mais carentes no elenco leonino – foto: divulgação

O tão sonhado articulador chegou. Na tarde desta quarta-feira (8), o Nacional apresentou o meia Esquerdinha como reforço para o restante da temporada. Após três anos no River-PI, o jogador chega para ocupar uma das posições mais carentes no elenco leonino: o setor de criação de jogadas. Na bagagem, ele traz um acesso à Série C pelo time nordestino alcançado na temporada passada.

Aos 32 anos, Esquerdinha atuará pela segunda vez em um clube da região Norte. Em 2006, o meia vestiu a camisa do Paysandu, quando o time paraense ainda disputava a Série C. No currículo, ele acumula passagem por Fluminense-RJ – clube pelo qual foi reveladno –, Bahia-BA, Cabofriense-RJ, Vihren-BUL, Brasil-RS, Veranópolis-RS, Boa Esporte-MG e Guarani-SP.

“O Nacional é um time que eu já deveria ter defendido, porque desde novembro já havia sido feito contato. Infelizmente eu já estava em outro clube e eles não me liberaram. Agora, eu achei que era o momento de vim. Me passaram o projeto e eu acredito nele, estou aí para lutar junto com os meus companheiros para conseguir o objetivo”, disse o novo articulador leonino.

De acordo com Esquerdinha, um dos motivos que o fizeram a aceitar o convite de atuar com a camisa do Nacional foi o planejamento apresentado pela diretoria. Para ele, a montagem do elenco está sendo bem feita, com contratações de jogadores experientes e de qualidade. O meia não demonstrou preocupação com o fato de recair sobre seus ombros a responsabilidade de deixar os atacantes na cara do gol.

“A pressão sempre vai existir. Eu venho para somar junto com meus companheiros. Sou um meia armador, mas logicamente vou precisar da ajuda de todos os meus companheiros. Não é só o Esquerdinha que vai jogar. Esperamos ter uma equipe bem montada, que seja muita qualificada para que não só o meia crie, nossa equipe não pode depender só do meia, a equipe depende de todo um plantel”, afirmou o jogador.

Para garantir um lugar no meio campo leonino, Esquerdinha terá a concorrência de Raílson, Charles, Willian Fazendinha, Álvaro e Leandro Chaves. Em boa condição física, o novo reforço garante estar apto para a estreia do Nacional na Série D do Campeonato Brasileiro, que acontece no domingo (12), diante do Genus, no estádio Aluízio Ferreira, em Porto Velho (RO).

“Espero que a gente consiga o tão sonhado acesso. Vou começar a treinar com meus companheiros e se a documentação estiver ok, aí vou estar à disposição do professor para poder estrear, para entrar em campo”, finalizou Esquerdinha.

 

Por André Tobias

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir