Sem categoria

Nacional apresenta elenco para temporada de 2016

Com apenas dois amazonenses, plantel do Leão da Vila Municipal já tem 20 jogadores confirmados para o próximo ano – foto: Diego Janatã

Com apenas dois amazonenses, plantel do Leão da Vila Municipal já tem 20 jogadores confirmados para o próximo ano – foto: Diego Janatã

De olho nas quatro competições que irá disputar no ano que vem – Copa Verde, Copa do Brasil, Série D do Campeonato Brasileiro e Campeonato Amazonense –, o Nacional apresentou, de forma oficial, 20 jogadores que estarão no grupo responsável por buscar, além dos títulos, o tão sonhado acesso à Terceira Divisão.


Com quase todo elenco trazido por indicação do técnico Heriberto da Cunha, apenas três são remanescentes desta temporada: Railson, Charles e Hayllan.

Ao falar pela primeira vez como técnico do Leão da Vila Municipal, Heriberto exaltou o projeto “Série A 2024”. Segundo ele, apesar de ter recebido outras propostas para voltar ao futebol – sua última passagem dirigindo um clube foi em 2014, quando comandou o Vila Nova-GO –, a escolha pelo Nacional foi feita justamente por conta do planejamento feito pela diretoria para a próxima temporada.

“Foi o projeto, uma conversa que eu tive com a diretoria. O primeiro objetivo é levar essa equipe ao acesso da Série D para a C. Eu concordo com eles, acho que a gente tem que dar importância aos outros campeonatos, mas é inadmissível uma cidade como Manaus, com um clube como o Nacional, com a torcida que tem, o povo da cidade apaixonado por futebol, você não ter uma equipe na Série B”, disse Heriberto.

Umas das caras novas do Nacional para a próxima temporada é o lateral-esquerdo Rodrigo Fernandes. Em 2012, o atleta participou da campanha que colocou o Paysandu na Série B do Brasileirão e este ano passou pelo Moto Club-MA e pelo Inter de Lages-RS. Assim como o novo comandante leonino, o jogador aceitou o convite de atuar pelo Leão da Vila Municipal por conta do projeto apresentado pela diretoria.

“O que me motivou foi o planejamento. Conheço o Heriberto de ter jogado contra, trabalhando com ele é a primeira vez. Eu vi o plantel que ele estava montando, o trabalho que ele fez nas outras equipes e o projeto do Nacional, isso me motivou bastante a vim para cá. Eu tive outras propostas, mas estou bastante feliz. Analisei e foi a melhor proposta que recebi. Vim para cá para ajudar”, afirmou o lateral.

Um dos três jogadores que seguirão no clube para a próxima temporada, o meia Railson espera ter mais oportunidades de atuar como titular em 2016. Pouco utilizado por Sinomar Naves e Aderbal Lana durante o ano, o atleta acredita que o clube não repetirá os mesmos erros que cometeu neste ano, quando começou de maneira muito forte e foi perdendo força com o passar da sequência de jogos.

“A gente conversou com os jogadores que vieram de fora, todos com bastante experiência e rodagem, alguns que recentemente conquistaram acessos no Brasileirão. Espero que nós possamos fazer um excelente campeonato, o Nacional precisa muito de um acesso. Vamos treinar bastante, ter um grupo unido, para que quando chegar na Série D os erros não se repitam”, apostou o meia.

Por André Tobias

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir