Dia a dia

Na Zona Norte, mulher mata marido com faca após discussão

A suspeita do crime informou à família que soube de vizinhos que o companheiro estaria consumindo entorpecentes e foi tomar satisfação- foto: Janailton Falcão

A suspeita do crime informou à família que soube de vizinhos que o companheiro estaria consumindo entorpecentes e foi tomar satisfação- foto: Janailton Falcão

O autônomo José Rodrigo de Oliveira, 25, foi morto com uma facada na barriga, desferida com uma faca de pão pela companheira, Elisângela da Silva, 24. O crime ocorreu após uma discussão do casal, relacionada ao uso excessivo de drogas da vítima. A ação ocorreu por volta de 21h da última terça-feira, na rua 4, bairro União da Vitória, Zona Norte, nas proximidades da residência do casal.

A suspeita do crime informou à família que soube de vizinhos que o companheiro estaria consumindo entorpecentes e foi tomar satisfação. “Ela já não aguentava mais o fato dele consumir drogas. Por conta disso, ela iniciou uma discussão com ele e acabou desferindo um golpe de faca na barriga da vítima”, relatou uma irmã da suspeita, a auxiliar de escritório Leidiane da Silva, 27.

Após cometer o crime, Elisângela retornou para casa e foi informada por conhecidos  sobre a morte de José Rodrigo. “Ela estava em casa, quando informaram que ele não resistiu ao ferimento. Ela ficou em choque porque não acreditou que a facada poderia ter tirado a vida do companheiro”, relatou a irmã da suspeita, completando que o casal tinha um filho de 4 meses.

Já a Polícia Civil informou que Elisângela planejou o crime, ao sair de casa armada de uma faca. “Ela se entregou na delegacia após ter matado o companheiro, mas isso não implica dizer que ela planejou o crime. Sair de casa com um faca na cintura já coinsiste na intenção de matar. Ela se apresentou no 18º Distrito Integrado de Polícia (DIP), mas foi indiciada no 20º DIP e será liberada”, relatou um investigador.

Por Thaís Gama

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir