Sem categoria

Na Zona Leste, homem é preso e outro segue foragido após terem matado caseiro a terçadadas

O corpo do caseiro foi encontrado em terreno particular no Ramal do Ipiranga, na Zona Leste - foto: divulgação

O corpo do caseiro foi encontrado em terreno particular no Ramal do Ypiranga, na Zona Leste – foto: divulgação

Bruno Araújo Lira, 27, foi preso neste sábado (30), suspeito de ter assassinado a terçadadas e quase decapitado, o caseiro conhecido como ‘Oliveira’. Outro homem  identificado apenas como Antônio, conhecido como ‘Belo’, também teria participado do crime, mas segue foragido.

O caso ocorreu no fim da noite de ontem (29), por volta de 23h, no Ramal do Ypiranga, nas proximidades do Km 5, no bairro Jorge Teixeira, quarta etapa, Zona Leste de Manaus. Os homens também são suspeitos de tentarem matar outro zelador, Roberto Roger de Souza Oliveira, 53.

De acordo com os Policiais Militares da 30ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), havia uma rixa por parte dos suspeitos e na noite de ontem houve uma briga entre vizinhos que resultou no homicídio. Os dois encontravam- se sob efeito de drogas e bebidas alcoólicas.

Após encontrarem o cadáver, populares informaram que Bruno estaria dormindo dentro de uma residência. Detido o suspeito, confessou o crime e disse que cometeu junto com o colega Antônio e que ambos usaram dois terçados.  Ainda conforme a polícia, o caseiro não possuía carteira de identidade e nenhum familiar foi encontrado para identificação do corpo.

Também vítima do atentado, o zelador Roberto Roger de Souza Oliveira, 53, relatou a reportagem do EM TEMPO Online que por pouco não foi assassinado, no momento da ação. Antônio tentou partir pra cima dele com o terçado, no entanto, o zelador apartou com o braço direito, mesmo ferido conseguiu afastar o indivíduo.

“Ele vinha na minha direção com o terçado,  para me matar, foi quando coloquei meu braço na frente para que ele não me atingisse. O homem estava bêbado, por sorte conseguir espantar ele, que saiu correndo”, relatou.

O zelador Roberto Oliveira, 53, também foi uma das vitimas dos criminosos, ele teve um corte no braço direito ao tentar se defender - foto: Lindivan Vilaça

O zelador Roberto Oliveira, também foi uma das vitimas dos criminosos, ele teve um corte no braço direito ao tentar se defender – foto: Lindivan Vilaça

Moradores da área relataram que os suspeitos Antônio e Bruno andavam o tempo todo juntos, e que há dias eles haviam jurado quatro pessoas de morte, entre elas o caseiro.

Segundo informações de uma moradora, que não quis se identificar, os dois homens sempre faziam confusões pela área, principalmente quando bebiam.

“Os dois são conhecidos daqui, mas ninguém nunca chegou a imaginar que eles pudessem fazer tamanha barbaridade. Toda vez que bebiam prometia alguém de morte, parecia que estavam até possuídos”, contou.

O caso foi registrado na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), onde será investigado. O corpo foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML), onde estará à disposição dos familiares para identificação.

Por Lindivan Vilaça

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir