Dia a dia

Na véspera da eleição, gasolina é apreendida em caminhão na estrada de Balbina

Mais 600 litros de gasolina foram apreendidos na tarde deste sábado (1º), véspera de eleição, dentro de um caminhão que seguia pela estrada de Balbina, município de Presidente Figueiredo (a 117 quilômetros de Manaus).

O fato aconteceu, por volta de 16h30 e foi registrado na 37° Delegacia Interativa de Polícia (DIP), sob o comando do delegado Valdiney Silva. Conforme a autoridade policial, na carroceria do veículo também foram encontradas várias caixas de cerveja e refrigerante e, na cabine, um uniforme com o nome da empresa Dinâmica Ltda., que presta serviços à prefeitura do município.

Ainda segundo o delegado, o condutor, que não teve o nome informado, argumentou que o caminhão não tem vínculo com a referida empresa e que o fardamento encontrado no veículo pertence ao filho dele, que o teria recebido da Dinâmica Ltda.

Em depoimento, o motorista também disse que a gasolina e as bebidas estavam sendo levadas para uma pousada localizada na Comunidade Uatumã, a poucos quilômetros de Presidente Figueiredo e que nada tem a ver com a prefeitura.

O delegado informou ainda que o homem apresentou vários documentos e notas referentes à compra de combustíveis que, frequentemente, são encomendadas pela pousada. Ele disse que o caso ainda está sendo apurado e que é precipitado falar de crime eleitoral. “Estamos levantando os dados. O condutor foi ouvido, mas não há como definir nada por enquanto. Precisamos confirmar as informações e averiguar se realmente o trabalho era para a empresa de turismo ou não. Ainda é muito cedo para afirmar qual quer coisa”, comentou Silva.

O caminhão foi levado para o Comando da Polícia Militar, em Presidente Figueiredo, e o caso será levado ao juiz do Tribunal Regional Eleitora (TRE) do município, para ser avaliado. “Não fizemos flagrante. São necessárias provas contundentes para se configurar crime eleitoral.  Temo de ter cautela. Caso seja configurada qualquer irregularidade, tomaremos as medidas legais”, afirmou o delegado.

Por equipe EM TEMPO Online

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir