Esportes

Na Taça Amazônica de handebol: Paysandu venceu Adalberto Vale e levou o troféu de campeão

O grande destaque da partida foi a goleira Mayara- foto: Marcio Melo

O grande destaque da partida foi a goleira Mayara- foto: Marcio Melo

A rivalidade Amazonas x Pará teve mais um capítulo ontem. Seguindo os passos do futebol – já que em 2015 nenhum equipe do Estado venceu um paraense – no handebol, mais uma vez, os amazonenses foram derrotados pelos paraenses. Confirmando que Manaus é sua segunda casa, a equipe do Paysandu se sagrou bicampeã da Taça Amazonas de Handebol feminino, nesta segunda-feira (7). Na grande final, a equipe bicolor venceu por 25 a 19 o Adalberto Vale em partida realizada na Vila Olímpica, localizada no Dom Pedro, Zona Centro-Oeste da cidade. O grande destaque da partida foi a goleira Mayara.

A partida começou eletrizante. Tendo como força extra a torcida que lotava as arquibancadas do ginásio, a equipe do Paysandu saiu na frente e em nenhum momento do duelo, deixou de comandar o placar. Mostrando ter uma equipe com mais velocidade e habilidade, o Papão rapidamente conseguiu abrir vantagem. Ainda no primeiro tempo de bola rolando, o placar já apontava a superioridade das paraenses: 9 a 4. Foi nesse momento que saiu o gol mais bonito da partida. Atenta e vendo que a goleira adversária estava adiantada, a arqueira Mayara não pensou duas vezes antes de arriscar de longa distancia e marcar seu gol na final.

O primeiro tempo encerrou 14 a 10. Na volta da segunda etapa, o Adalberto Vale chegou a ficar com duas jogadoras a mais em quadra, porém, não conseguiu reverter a vantagem numérica em gols.

Quase na metade do segundo tempo, com o apoio da torcida, a equipe amazonense cresceu e deu esperança ao seu torcedor. Nesse momento de pressão, quem apareceu novamente foi Mayana, que com boas defesas, conseguiu segurar a vantagem no placar.

Precisando correr atrás do marcador, o Adalberto Vale buscou desesperadamente o ataque, assim, deu vários contra-ataques para as adversárias, que não titubearam e conseguiram abrir ainda mais a vantagem.

Nos últimos minutos, as atletas do Paysandu apenas trocaram passes fazendo o tempo passar até poder comemorar com sua torcida apaixonada, mais um título em Manaus.

Comandante da esquadra bicolor, a treinadora Davina Helena agradeceu o apoio dos torcedores que empurraram o time durante toda a partida. Além disso, ressaltou a boa partida do adversário que só valorizou o trabalho feito pelo Paysandu.

“Esse é o título da superação. Tivemos algumas atletas machucadas, mas a equipe veio adaptada e focada para conquistar mais um campeonato. O Adalberto Vale só fez abrilhantar a nossa conquista. A equipe do Amazonas é aguerrida e eles (atletas) estão de parabéns. Tenho que agradecer a organização do campeonato que fez uma competição belíssima”, disse Helena.

Por Thiago Fernando

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir