Esportes

Na estreia de Osorio, São Paulo vence o Grêmio e chega à vice-liderança

Na estreia do técnico Juan Carlos Osorio, o São Paulo venceu o Grêmio por 2 a 0 na noite deste sábado (6), no Morumbi, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro.

Como ainda não tinha visto de trabalho, o treinador colombiano, que foi apresentado na última segunda-feira (1º), acompanhou das tribunas do Morumbi a vitória por 3 a 2 sobre o Santos, na última quarta (3), e só pôde estar à frente do banco de reservas no duelo contra os gaúchos.

E, da beira do gramado, o novo comandante gostou do que viu. Com velocidade na troca de passes e uma marcação adiantada, o time são-paulino pressionou os visitantes desde o começo do jogo e abriu o placar ainda no primeiro tempo, com Luis Fabiano. Já na etapa final, Rogério Ceni, em pênalti duvidoso, selou a vitória da equipe paulista.

Foi o 129º gol do camisa 1 com a camisa tricolor, dias depois do capitão são-paulino estender o seu vínculo com o clube até o fim do ano.

Com o resultado, o São Paulo chegou aos 13 pontos e garantiu a vice-liderança da classificação no momento. Isso porque o Sport, que tem 11, ainda joga na rodada e pode retomar a posição. Já o Grêmio continuou com oito, na zona intermediária da tabela.

O JOGO

O técnico Osorio optou por escalar o São Paulo no esquema 4-1-4-1, com Michel Bastos (pela esquerda), Ganso e Souza (pelo centro), e Wesley (pela direita) formando a linha dos quatro meias atrás somente de Luis Fabiano. Já o volante Denilson foi o jogador entre as linhas de defesa e meio de campo.

Porém, apesar da formação já ter sido utilizada na equipe do Morumbi anteriormente, pôde-se ver já algumas diferenças na postura dos são-paulinos em campo. As principais foram a velocidade na troca de passes pelas laterais e a marcação adiantada, já que muitas vezes a última linha defensiva com Rodrigo Caio e Dória marcava na linha do meio de campo.

E, desta maneira, o São Paulo encurralou o Grêmio desde os primeiros minutos da etapa inicial. Jogando muito mais próximos do que antes, Michel Bastos e Carlinhos, pelo lado esquerdo, conseguiram fazer boas tabelas por aquele setor e criaram as melhores jogadas da equipe paulista antes do intervalo.

E, mesmo com alguns sustos em contra-ataques do time gaúcho, os donos da casa conseguiram abrir o placar aos 26 min. Após cruzamento de Wesley, Rodrigo Caio desviou de cabeça e a bola sobrou para Luis Fabiano, que ajeitou a bola e chutou no canto, sem chances para o goleiro Tiago.

No segundo tempo, a equipe do Morumbi manteve a mesma postura da etapa inicial, com boa troca de passes no meio de campo e pressionando os gremistas em seu campo defesa. Porém, o São Paulo chegou ao segundo gol graças a um erro de arbitragem.

Aos 8 min, após cruzamento de Bruno, a bola bateu na mão do lateral Marcelo Oliveira dentro da grande área do Grêmio e o juiz Péricles Bassols, de forma equivocada, marcou a penalidade. O jogador do time gaúcho estava muito perto do lance e ainda virou de costas no momento do corte.

Alheio ás reclamações dos gremistas, Rogério Ceni cobrou no canto direito rasteiro e ampliou a vantagem para o São Paulo na partida. Foi o 129º gol do camisa 1 pelo clube são-paulino.
No fim, o Grêmio se lançou ao campo de ataque e esboçou uma pressão sobre os donos da casa.
Mas quem quase marcou foi Wesley, após rápido contra-ataque, mas o goleiro Tiago fez bela defesa e evitou o terceiro do time do Morumbi.

SÃO PAULO

Rogério Ceni, Bruno, Rodrigo Caio, Dória e Carlinhos; Denilson (Hudson), Souza (Thiago Mendes), Wesley, Michel Bastos (Reinaldo) e Paulo Henrique Ganso; Luis Fabiano.
T.: Juan Carlos Osorio

GRÊMIO

Tiago; Fellipe Bastos, Pedro Geromel, Rhodolfo e Marcelo Oliveira; Araújo (Júnior), Maicon, Giuliano, Luan e Pedro Rocha (Vitinho); Yuri Mamute (Braian Rodriguez).
T.: Roger Machado

Estádio: Morumbi, em São Paulo
Público/renda: 16.952 / R$ 529.630,00
Árbitro: Pericles Bassols Pegado Cortez (RJ)
Cartões amarelos: Luis Fabiano, Denilson (S); Fellipe Bastos, Marcelo Oliveira (G)
Gols: Luis Fabiano, aos 26 min do 1º tempo, e Rogério Ceni, aos 11 min do 2º tempo.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir