Esportes

Na estreia de Argel, Inter consegue empate contra o Cruzeiro no Mineirão

Cruzeiro e Internacional não saíram do zero neste domingo (16), no Mineirão. Apesar das boas chances criadas pelas equipes, o 0 a 0 foi mantido no placar, em jogo válido pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O empate condiz com o momento das duas equipes. Na segunda metade da tabela, ambas tentam se recuperar no principal torneio nacional, mas encontram dificuldades. O Cruzeiro vem de uma derrota por 3 a 0 para o Joinville. O Inter, há uma semana, sofreu 5 a 0 de seu maior rival.

Partida

Bem posicionado, o Internacional teve mais facilidade para chegar ao ataque com o trio formado por Valdivia, Eduardo Sasha e Vitinho, o que obrigou Fábio a realizar ótima intervenção no início do jogo. Com boa movimentação, eles exigiram bastante atenção dos zagueiros Paulo André e Manoel.

No meio de campo, os volantes escalados por Argel Fucks anularam o trio de meio-campistas do Cruzeiro. Willians, Charles e Henrique pouco contribuíram e o time comandado por Vanderlei Luxemburgo abusou das ligações diretas.

Sem criatividade, o mandante apelou às bolas paradas e finalizações de longa distância. Nestas armas, o meia-atacante Alisson foi quem mais se destacou.

Modificado, o Cruzeiro foi superior no segundo tempo. As entradas de Ariel Cabral e Marinho deram outra movimentação ao setor ofensivo. O time passou a criar mais chances e, por pouco, não balançou a rede de Alisson. A entrada de Leandro Damião, pouco tempo depois, fez com que a equipe tivesse mais presença de área.

O Inter, por sua vez, só criou mais oportunidades com a chegada de Taiberson. O atacante, inclusive, quase estufou a meta de Fábio, mas chegou desequilibrado e perdeu uma grande chance de tirar o zero do placar.

Cruzeiro

Fábio; Mayke, Manoel, Paulo André e Eugenio Mena; Willians, Charles (Ariel Cabral), Henrique e Alisson; Marquinhos (Marinho) e Vinícius Araújo (Leandro Damião). T.: Vanderlei Luxemburgo.

Internacional

Alisson; William, Paulão, Ernando e Geferson; Rodrigo Dourado, Nilton, Nicolás Freitas (Zé Mário) e Valdivia (Rafael Moura); Eduardo Sasha e Vitinho (Taiberson). T.: Argel Fucks.
Cartão amarelo: Paulo André, Mayke (Cruzeiro); Geferson, William (Internacional)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Público: 14.166
Renda: R$ 449.105,00

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir