Dia a dia

Mutirão para emissão da segunda via da carteira de identidade encerra nesta sexta

carteira-identidade-divulg

A expectativa da organização era emitir 300 documentos por dia de mutirão; meta deve ser ultrapassada – foto: divulgação

O mutirão para emissão de carteira de identidade, realizado pelo Departamento de Polícia Técnico-Científico (DPTC), encerra nesta sexta-feira (30). De acordo com o diretor da ação, Ivanilson Mota, o objetivo da campanha é ajudar no processo eleitoral, que será realizado no próximo domingo (2).

Nesta quinta-feira (29), durante o primeiro dia do mutirão, centenas de pessoas lotaram o pátio do DPTC, localizado na avenida Pedro Teixeira, bairro Dom Pedro, Zona Oeste para emitir o documento. O serviço está sendo oferecido à população gratuitamente, das 8h às 12h.

Mota destacou que a expectativa do órgão era atender, em média, 300 pessoas por dia. Ainda segundo o diretor, por conta da divulgação do evento nas mídias, o número de atendimento nos dois dias de evento poderá ser superior ao que estava programado pela equipe do departamento de identificação.

“A nossa previsão para atender a população é de 8h às 12h, mas o expediente só será encerrado quando o último da fila for atendido. Estamos com uma equipe de 44 servidores empregados nesse mutirão, que tem como intuito fazer com que as pessoas que perderam o título eleitor e que não tenha um documento com foto, possam votar neste domingo. Devido a essa situação, nós estamos entregando a carteira de identidade no mesmo dia. O cidadão solicita pela manhã e já recebe a tarde e não paga nada”, disse Mota, ressaltando que o Amazonas é um único estado da Federação que não cobra nenhuma taxa para a expedição do documento.

Mota explicou que a ação é direcionada aos cidadãos que vão solicitar a partir da segunda via da carteira de identidade, visto que os Pronto-Atendimento ao Cidadão (PAC’s) realizam a emissão da primeira via. Para emitir a segunda via da carteira do documento, o cidadão deverá estar munido de uma cópia da certidão de nascimento, comprovante de residência e duas fotos.

Preocupado com a eleição municipal, o autônomo Darley de Paula, que estava impossibilitado de votar por não ter um documento com foto, disse que o mutirão realizado pela DPTC ajudou a população a decidir o futuro da cidade pelos próximos quatro anos.

“Eu tenho RG, mas já está muito danificado, com pouca visibilidade das informações. Essa é a terceira via do documento. O meu objetivo de ter vindo aqui e enfrentar mais de três horas de fila e bastante sol na cabeça é garantir meu voto no domingo. Não quero ter contratempo no dia da eleição por causa da antiga carteira de identidade”, frisou.

Já a cabeleireira Ângela Mercia, disse que aprovou a iniciativa do órgão em realizar uma ação gratuita de emissão de RG, mas reprovou o atendimento e o sistema de organização da fila de espera. “Cheguei na DPTC às 6h e até 9h ainda não tinha nem recebido uma senha. Pessoas que chegaram muito depois de mim já foram atendidas. É bacana esse tipo de ação, mas como é um serviço gratuito deve ter um planejamento, uma estrutura adequada para atender uma demanda grande”, pontuou.

Por Gerson Freitas

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir