Cultura

Musical ‘A Bela e a Fera’ leva encanto e magia ao público de Manaus

 

Um conto tão antigo quanto o tempo, ‘A Bela e a Fera’ é uma obra cultuada por várias gerações no mundo inteiro. Por se se tratar de um clássico, traz em seu enredo arquétipos desconstruídos por meio da narrativa que valoriza a beleza da alma humana, em detrimento da beleza física.  Adaptada diversas vezes para o cinema e teatro, desta vez, a obra ganhou uma nova versão do diretor Bruno Rizzo, que a Ponto Com Eventos trouxe a Manaus, no palco do Studio 5, na noite deste sábado(1).

Com a canção imortalizada na voz de Celine Dion ‘Tale as Old as Time’,  o espetáculo trouxe um frescor suave e romântico à adaptação,

mantendo o fascínio do antagonismo entre a beleza e a feiura, mas com a tarefa de fazer com que o seja tema absorvido pela crianças. Com uma trilha musical caprichada, mesclando canções antigas e novas, e a escolha de um belíssimo figurino assinado por Bruno de Oliveira,  responsável por vestir os artistas que participaram do show de abertura da Copa do Mundo, em 2014 e assim a tarefa foi cumprida com esmero.

O musical inova na estrutura e na montagem usando tecnologia 3D na integração dos personagens com o cenário, o que encantou as crianças presentes, com olhinhos sempre fixos no palco.Dividido em dois atos, o espetáculo contou com mais de 30 atores.

Leia também:Emma Watson diz que interpretar Bela e Hermione no cinema é ‘uma experiência única’

Yolanda e a filha encantadas com o espetáculo – Bruna Chagas

Flávia Mangar, atriz que dá vi

da à Bela, disse ao EM TEMPO que a heroína é uma personagem inspiradora. “A Bela e’ uma heroína que pensa além do seu tempo. Por isso ela causa esse fascínio nas pessoas. Ela saber ler e é uma jovem que acredita em um ideal”.

A orquestra ao vivo contou com o talento de músicos amazonenses, sem falar da tecnologia de primeiro mundo  que garantiu

os movimentos aos objetos que complementam os personagens da história, como o Lumière, o famoso candelabro e a madame Samovar, personagem coadjuvante, governanta do castelo. Toda esta tecnologia é usada também no momento da transformação da Fera em príncipe.

Yolanda Melo, de 38 anos, trouxe a filha vestida de princesa para assistir ao espetáculo. Emocionada, conta que e fã da história deste pequena.” A versão da Disney marcou a minha infância. E’ uma historia de amor independente e fantástica, com uma princesa única e forte. Um exemplo a ser seguido.”

‘A Bela e a Fera’ – o espetáculo music

al- vale a pena ser assistido por toda mensagem transmitida pelo conto francês.  Seja para criança ou para o adulto, devolve ao espectador, horas de reflexão sobre o conceito de amor verdadeiro, a busca pela felicidade e o reencontro da humanidade perdida dentro de cada um de nós.

Bruna Chagas
EM TEMPO

 

Leia mais:

Musical em 3D ‘A Bela e a Fera’ traz releitura do clássico para Manaus 
‘A Bela e a Fera’ terá primeiro personagem gay da Disney
Espetáculo ‘Não Aceitamos Cores Abomináveis’ é encenado no Café Teatro em Manaus

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir