Esportes

Mundial Sub-23 Masculino: Brasil vence a Argentina e termina na quinta colocação

A seleção brasileira Sub-23 masculina venceu a Argentina por 3 sets a 1 (25/19, 25/18, 30/32 e 25/22), em 1h47 de jogo, nesta segunda-feira (31), e terminou o Mundial da categoria na quinta colocação.

O time comandado pelo técnico Rubinho disputou sete jogos em Dubai, nos Emirados Árabes, com uma campanha de cinco vitórias e duas derrotas.

O ponteiro Douglas Souza foi o destaque da partida e terminou o confronto como o maior pontuador, com 20 acertos. O central Aracaju teve mais uma boa apresentação e também pontou bem para o time verde e amarelo, com 17 acertos. Pela Argentina, Pablo Koukartsev anotou 19 pontos e foi o principal atacante.

Após a partida, o técnico Rubinho enalteceu o ponto que considerou fundamental na vitória, o conjunto bloqueio-defesa e o saque dos seus comandados.

“Fizemos um bom jogo, melhor do que o duelo anterior contra a Argentina, na fase preliminar. Parabéns à seleção argentina por jogar muito bem com uma equipa tão jovem. Mas hoje jogamos melhor no conjunto bloqueio-defesa e no saque. Este é um campeonato difícil. Nós tentamos o nosso melhor, jogando tão bem quanto possível. Todas as equipes neste torneio foram muito bem taticamente e fisicamente”, analisou o técnico Rubinho.

“Acho que jogamos muito bem nos dois primeiros sets. Não estivemos bem no terceiro, mas fomos capazes de gerir isso e ficarmos com o quinto lugar. Quero parabenizar a Argentina pelo trabalho duro contra nós durante o torneio”, analisou o levantador e capitão Thiaguinho.

O jogo começou equilibrado, mas após o primeiro tempo técnico, o time verde e amarelo deslanchou – com grande atuação de Douglas Souza – e fechou a primeira parcial. O Brasil continuou mantendo o ritmo no segundo set, mantendo a liderança do placar desde o primeiro tempo técnico, explorando bem as jogadas com Aracaju.

A Argentina melhorou no início do terceiro set, com bons ataques de Pablo Koukartsev e Joaquin Gallego, mantendo a ponta do placar. O Brasil conseguiu igualar o jogo em 19/19, mas no final a Argentina salvou três pontos do jogo, virando o placar, e adiou a vitória brasileira.

Bem no saque e no bloqueio, o time de Rubinho abriu uma vantagem de cinco pontos no começo do quarto set e não foi mais alcançado. O Brasil terminou com quatro pontos de saque, contra dois dos adversários, além de ter cedido menos erros. Foram 31 pontos cedidos pelo time argentino, contra 22 da seleção brasileira.

O Brasil começou a partida com o levantador Thiaguinho, o oposto Alan, os ponteiros Kadu e Douglas, os centrais Aracaju e Flávio, além do líbero Rogerinho. Entraram durante o jogo o levantador Fernando, o oposto Wagner e o ponteiro João.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir