Dia a dia

Mulher morre em hospital após levar quatro facadas do marido, que está foragido

A mulher foi socorrida pelo Samu e encaminhada ao hospital Platão Araújo, onde morreu horas depois – foto: Arthur Castro

A mulher foi socorrida pelo Samu e encaminhada ao hospital Platão Araújo, onde morreu horas depois – foto: Arthur Castro

A industriaria Yone Alexandre da Silva, 37, morreu na noite deste domingo (28) após ser esfaqueada pelo marido, Leomar José da Silva. O crime ocorreu por volta de 19h30 na casa da vítima, localizada na rua Crispim, bairro Colônia Santo Antônio, Zona Norte, e foi motivado por ciúmes.

De acordo com uma amiga da vítima, Maria Souza, 44, Yone estava na pia quando o marido lhe desferiu quatro facadas nas costas.

A família e amigos da vítima acreditam que o crime foi premeditado, porque Leomar havia deixado a moto ligada, já com a intenção de fugir.

Ainda conforme relatos, a vítima conseguiu abrir a porta para tentar escapar. A mulher foi socorrida pelo Serviço de atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhada ao hospital Platão Araújo, Zona Leste, onde morreu horas depois.

Vizinhos tentaram segurar Leomar, mas ele conseguiu fugir. Revoltados com a morte de Yone, os vizinhos da vítima quebraram a moto e tocaram fogo nas roupas do suspeito.

“Ela já havia denunciado o marido na delegacia da mulher umas duas vezes porque vinha sofrendo ameaças. Ele era muito ciumento”, disse Maria Souza.

O casal tem uma filha de quatro anos, que segundo familiares, foi levada por Leomar para a casa da ex-mulher, antes do crime.

O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Por Kattiúcia Silveira (EM TEMPO Online)

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir