Sem categoria

Mulher morre e quatro ficam gravemente feridos após acidente na BR-174

O acidente ocorreu por volta de 12h30 - foto: equipe EM TEMPO

O acidente ocorreu por volta de 12h30 – foto:  Conceição Melquíades

Uma mulher morreu e quatro pessoas ficaram gravemente feridas, após um acidente  envolvendo três veículos não quilômetro 27 da BR-174 (estrada que liga Manaus a Boa Vista), na manhã desta sexta-feira (11).

De acordo com o inspetor do 3° Distrito Regional da Polícia Rodoviária Federal,  Hélio Lobo,  o condutor  do caminhão baú, cor azul, de placa JXR 5257, que vinha do município de Presidente Figueiredo ( a 118 quilômetros da capital), bateu na traseira do Siena  de placa NOL 5419. Com o susto, o motorista do caminhão invadiu a pista contrária e colidiu contra a  Hilux de cor azul, placa LCX 3948 – que vinha no sentido oposto- e acabou capotando com cinco pessoas.

O agricultor Antônio Silvino dos Santos, 46, que conduzia o Siena,  disse que seguia com destino a Manaus, quando percebeu o trecho interditado  devido a obras. “Quando vi a placa de obras e os cones atravessados em toda a via, impedindo a passagem do  meu carro, freei o veículo  e  senti o impacto na traseira”, relatou.

Ainda segundo o agricultor, a distância de sinalização da obra de recapeamento é  inferior a um quilômetro,  o que dificultou a visibilidade do motorista para a  redução de velocidade.

Já o motorista do caminhão-baú, Ataíde José Viana de Souza, 28, disse ao EM TEMPO Online que saiu, por volta de 11h30, de Presidente Figueiredo  rumo a Manaus, pela BR-174, quando se deparou, no quilômetro 27 da estrada, com o veículo parado.

Ainda segundo Viana,  ele realizou uma manobra de defesa, desviando o veículo para a esquerda, no outro lado da via, para evitar um acidente mais grave, mas, no momento em que o motorista fez a manobra arriscada, o caminhão-baú acabou se chocando com a Hilux que vinha no sentido oposto. “Não vi o Siena. Quando percebi que bati, manobrei o caminhão para o outro lado e já vi a Hilux capotando”, explicou.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) conduziu as vítimas, que apresentam fraturas múltiplas, para uma unidade hospitalar de Manaus.

De acordo com a 3ª DRPRF-AM, o acidente  provocou dez quilômetros de engarrafamento no sentido Manaus-Presidente Figueiredo.

Por Conceição Melquíades e equipe EM TEMPO Online

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir