/* */
Sem categoria

Mulher espancada e esfaqueada por ‘amigos’, no Nova Floresta, morre em hospital

Adriana morreu no hospital após ser esfaqueada e agredida a pauladas por 'amigos' - foto: divulgação

Adriana morreu no hospital após ser esfaqueada e agredida a pauladas por ‘amigos’ – foto: divulgação

Ferida a golpes de faca, gargalo de garrafa e pau, a dona de casa Adriana Santana de Arruda, 25, morreu, na tarde de domingo (10), no Pronto-Socorro Dr. João Lúcio. Ela foi espancada durante uma bebedeira entre amigos, em uma casa na rua Pingo D’água, Comunidade Nova Floresta, bairro Tancredo Neves, Zona Leste de Manaus.

A Polícia Civil informou que Adriana sofreu uma tentativa de estupro e ainda teve o braço direito quebrado. Um dos suspeitos, José da Silva Pinto, foi preso. Com ele, os policiais encontraram 22 trouxinhas de pasta base de cocaína, 11 de oxi e R$ 114. Ele também foi autuado por tráfico de drogas.

Investigadores apuraram que, mesmo ferida, Adriana conseguiu fugir dos agressores, mas caiu na rua a poucos metros de sua casa. Moradores a socorreram e chamaram a Polícia Militar. O Serviço Móvel de Urgência (Samu) também foi acionado e levou ao hospital, mas ela morreu horas depois devido à hemorragia causada pelos ferimentos.

O delegado Danilo Bacarin informou que José confessou ter desferidos três pauladas na cabeça de Adriana. “Agora, com a morte da jovem, José deverá responder pelo crime de homicídio”, disse o delegado.
A família confirmou que Adriana era usuária de drogas. Ela deixou uma filha de quatro anos e um bebê de sete meses de idade.

A Delegacia Especializada de Homicídios e Sequestros (DEHS), onde o caso foi registrado procura por outros dois envolvidos no crime.

Por Josemar Antunes

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir