Dia a dia

Mulher encontrada morta em mata na Praia Dourada era advogada criminalista

A advogada tinha uma perfuração de arma branca na região do pescoço e estava com pés amarrados - foto: divulgação

A advogada tinha uma perfuração de arma branca na região do pescoço e estava com pés amarrados – foto: divulgação

Familiares identificaram na manhã desta quinta-feira (4) a mulher encontrada morta na manhã de ontem, em uma área de mata, na estrada da Praia Dourada, no bairro Tarumã, Zona Oeste de Manaus. Trata-se da advogada Mara Inês Ribeiro Lima, cujo corpo já estava no Instituto Médico legal (IML), na Zona Norte da cidade.

Mara Inês atuava na área criminal, e conforme informações, o carro e os pertences pessoais dela ainda não foram localizados.

O delegado Ivo Martins, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), informou que os suspeitos ainda não foram identificados, mas as equipes da especializada estão trabalhando para identificar e prender os autores do crime.

Crime

A advogada foi encontrada morta, na Estrada da Praia Dourada, no bairro Tarumã. Ela tinha uma perfuração de arma branca na região do pescoço e estava com pés amarrados.

O corpo foi encontrado por vigilantes que trabalham em condomínios nas proximidades da praia Dourada. Perto do corpo foram encontrados apenas algumas peças de roupas sujas de sangue.

Nota
Em nota, a Ordem dos Advogados do Brasil seccional Amazonas (OAB-AM) lamentou a morte da advogada Maria Inês Ribeiro de Lima e informou que está acompanhando as investigações.

Ainda conforme a nota, a OAB-AM repudia atos de violência praticados contra a advocacia e não permitirá que o Amazonas entre no mapa da violência contra esses profissionais. “A seccional Amazonas irá cobrar das autoridades a repreensão e a devida apuração dos fatos”, concluiu a nota.

Por equipe EM TEMPO Online

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir