Dia a dia

Mulher é atropelada por ônibus e morre no Campo Sales

Depois do acidente, os populares ficaram revoltados, atiraram pedras no coletivo e tentaram linchar o motorista – Fotos: Divulgação

Minutos depois de desembarcar do ônibus da linha 126, Valdira Pereira Mendes, 59, foi atropelada pelo coletivo e morreu na hora. O fato ocorreu por volta das 10h dessa quinta-feira (13), na rua Jacamin, bairro Campo Sales, Zona Oeste. O motorista do ônibus da empresa Vega, Platini Costa, 32, foi detido pela Polícia Militar e levado ao 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

De acordo com o filho da vítima, Cristian Pereira, 28, Valdira e a mãe, Áurea Pereira, 90, voltavam de uma consulta médica, quando desceram do ônibus e dobraram a esquina para ir em uma banca de banana. Ainda segundo relatos de Cristian, o motorista fez uma curva fechada e atropelou Valdira, que morreu na hora. “A minha avó me contou que ele passou com o ônibus e jogou ela longe. Ela está traumatizada, mas não se feriu “, relatou, informando que a Veja está prestando toda assistência aos familiares, como os gastos com a funerária e enterro.

Conforme o tenente Mustafá, da 20ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), depois do acidente, os populares ficaram revoltados, atiraram pedras no coletivo e tentaram linchar o motorista. “A população atirou pedras no motorista, que saiu do local antes da chegada da polícia e veio para a delegacia se apresentar com os representantes da empresa e advogado”, informou.

Ana Sena
EM TEMPO

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top