País

MPF denuncia oito suspeitos de envolvimento com grupos terroristas

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou oito pessoas à Justiça Federal por envolvimento com organizações terroristas. Elas foram identificadas antes da realização dos Jogos Rio 2016, em ação da operação Hashtag, deflagrada em julho deste ano.

O MPF acusa Alisson Luan de Oliveira, Leonid El Kadre de Melo, Oziris Moris Lundi dos Santos Azevedo, Israel Pedra Mesquita, Levi Ribeiro Fernandes de Jesus, Hortêncio Yoshitake, Luís Gustavo de Oliveira e Fernando Pinheiro Cabral dos crimes de promoção de organização terrorista e associação criminosa. Cinco dos denunciados também vão responder por incentivo de crianças e adolescentes à prática criminosa.

A denúncia foi recebida pelo juiz Marcos Josegrei da Silva, da 14ª Vara Federal de Curitiba. No documento, o MPF solicita a prisão preventiva dos oito envolvidos na investigação. O juiz federal ainda não emitiu despacho com decisão sobre essa denúncia.

Segundo o MPF, o grupo foi descoberto a partir de um relatório do FBI americano sobre brasileiros envolvidos com células terroristas. A partir desse documento, a Polícia Federal monitorou os envolvidos através de quebra de sigilo telefônico, rastreamento de redes sociais e acompanhamento de conversas trocadas em aplicativos de comunicação.

A operação Hashtag foi deflagrada pela primeira vez no dia 21 de julho. Nas três primeiras fases, 15 pessoas foram presas em nove estados brasileiros e encaminhadas à Penitenciária Federal de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. No último dia 6, a quarta fase da operação cumpriu dois mandados de condução coercitiva e dois de busca e apreensão em São Paulo.

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir