Sem categoria

MPE-AM vai pedir anulação de eleição para Conselheiros Tutelares

Eleição para Conselheiro Tutelar em Manaus, foi marcada por supostas iregularidades - Foto: Wilson Dias/Arquivo Agência Brasil

Eleição para Conselheiro Tutelar em Manaus, foi marcada por supostas iregularidades – Foto: Wilson Dias/Arquivo Agência Brasil

O Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE-AM) informou no fim da tarde deste domingo (4) que irá pedir a impugnação da eleição para Conselheiro Tutelar, realizada neste domingo no Amazonas. Durante o pleito, diversas irregularidades foram constatadas nos lugares de votação.

A ausência de nomes em listagem, demora na instalação de urnas e escolas fechadas foram al-guns dos problemas enfrentados por eleitores e candidatos às 45 vagas de conselheiros tutelares e 45 suplentes. As falhas foram acompanhadas por um grupo de nove promotores, que acompa-nharam o pleito durante todo o dia.

Daqui a pouco, às 18h30, os promotores se reúnem com membros do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), responsável pelo eleição, para tratar do assunto. O CMDCA  já cogita a possibilidade de anular o pleito.

Por meio de assessoria, o MPE informou que irá tomar medidas administrativas a fim de anular a votação deste domingo.

Por Equipe EM TEMPO Online

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir