Dia a dia

MPE-AM investiga se há núcleo empresarial envolvido no desvio de mais de R$10 mi, no interior

Mariolino-Siqueira-Edmar-Barros-FreeLance.

A operação visa desarticular uma organização criminosa que causou prejuízos de mais de R$ 10 milhões à prefeitura de Santa Isabel do Rio Negro, nos últimos três anos – foto: Edmar Barros

Após cumprir oito mandatos de prisões, o Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE-AM) segue com o desdobramento da operação ‘Timbó’. O prefeito de Santa Isabel do Rio Negro, Mariolino Siqueira (PDT), foi um dos principais suspeitos detidos na ação, na última terça. Agora ouvindo os suspeitos, o Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), informou que pode haver um núcleo empresarial envolvido, mas a descoberta desse núcleo depende do rumo dos depoimentos.

O MPE informou que não pode dar mais detalhes sobre o que está por vir, pois a investigação ocorre em segredo de Justiça. A operação do Ministério, que é realizada pelo Gaeco e com o apoio da Secretaria de Segurança Pública e Secretaria Adjunta de Inteligência (Seal), visa desarticular uma organização criminosa que causou prejuízos de mais de R$ 10 milhões à prefeitura de Santa Isabel do Rio Negro, nos últimos três anos.

Ao todo, foram expedidos quatro mandados de prisão preventiva, quatro mandados de prisão temporária, 16 mandados de busca e apreensão de material de informática, eletrônicos, documentos e processos de pagamento para cumprimentos nas comarcas de Manaus, Iranduba e Santa Isabel do Rio Negro, além do sequestro de patrimônio dos investigados.

Entre os que já foram presos, além do prefeito do município, está a esposa dele, Regina Flávia Dias Coimbra; o filho e contador da prefeitura, Mariolino Siqueira de Oliveira Júnior; os secretários de administração, João Amorim Ribeiro Júnior; de finanças, Sebastião Ferreira de Moraes e de obras, Carlos Augusto Araújo dos Santos. Além desses, a coordenadora da casa de apoio da prefeitura, Bruna Soraya da Silva Barbosa e o taxista Raimundo Mendes Neto.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir